Vamos falar com Deus

+6

No comments posted yet

Comments

Corolario (5 years ago)

Atenção, espere carregar em seu computador e quando estiver pronto, clique em play -- para assistir em tela cheia, clique no quadrado a direita.

Slide 1

Se o tempo de transição não for adequado para sua leitura, utilize as setas na tela ou do teclado. Em todas as nossas apresentações, Encontra-se na ultima pagina, Um ícone, com o texto formatado, Para imprimir.

Slide 2

VAMOS APRENDER A ORAR CORRETAMENTE,  AFIM DE QUE A DIVINDADE POSSA NOS OUVIR E ATENDER Há duas forças poderosas com as quais facilmente movimentamos as reservas fluídicas que o supremo Criador pôs à nossa disposição, para conversarmos com as divindades. Estas duas forças, tanto mais potentes quanto mais manejadas são, A FÉ E A PRECE.

Slide 3

A PRECE, COM A DOR São dois principais fatores na evolução da nossa alma. A dor corrige, desgasta, amolda, modifica, seleciona, esmaga, humilha, engrandece, martiriza e santifica. A prece depura, sutiliza, espiritualiza, liberta e eleva.

Slide 4

A dor serve para torturar no aperfeiçoamento da nossa alma ou espírito, como quem educa um leão encerrado em férrea em sólida jáula; a prece é a emanação vaga, poderosa e simpática, que vai pondo esse ser, em contato com a Divindade como a educação vai pondo a fera em amizade com o domador.   Pela prece se conhece o estado de pureza da alma, ela quando sincera e humilde, estabelece em volta de quem a faz, tão luminosa e santa irradiação, que dificilmente espírito algum inferior se atreve a aproximar-se. 

Slide 5

A PRECE COM A FÉ  A fé deve ser uma fé racional, isto é, devemos saber porque é que temos fé. A fé racional se adquire pelo estudo das leis divina, e pela confiança no Pai Criador, consubstanciadas nos livros sagrados ou nos ensinamentos transcendentais.

Slide 6

Ter fé é ter confiança no Criador maior; Ter fé é saber que velando por nós, amparando-nos e protegendo-nos está a Providência Divina. Ter fé é entregar o nosso destino ao Pai que está nos céus, certos de que tudo que ele nos der, dores e alegrias, pobreza e riqueza, saúde e doença, tudo é para nosso bem; porque tudo servirá para o aperfeiçoamento de nossa alma. Ter fé no Pai Universal é ser resignado na adversidade e humilde na prosperidade.  

Slide 7

Ter fé é ter a certeza absoluta de que nada de mal sucederá, se o Pai maior não o permitir; e se ele permitir que nos sobrevenha algum mal é porque o merecemos; se não o merecêssemos o mal não nos atingiria. A fé é uma força de atração Atrai sobre nós o socorro divino e ajuda-nos a socorrer aqueles que solicitarem os nossos auxilio.  

Slide 8

A PRECE É UM ATO DE FÉ Pela prece reverenciamos ao Pai Universal, agradecemos os favores que nos faz continuamente e pedimos-lhe o que necessitamos. A PRECE NOS LIGA AO PAI CRIADOR. Quando oramos, nosso pensamento, como um raio luminoso, projeta-se pelo infinito e vai tocar as regiões de luz, de onde nos chegam as bênçãos do Senhor. A prece desenvolve, aumenta e fortifica a nossa fé. A fé depende da prece e a prece depende da fé; é impossível separar uma da outra.  

Slide 9

A verdadeira prece se caracteriza pêlos seguintes pontos Deve ser feita com carinho, com amor e dedicação; deve ser um impulso espontâneo de nosso coração. Orar apenas com os lábios é ladainha, é lengalenga e nada significa para a divindade; devemos sentir a nossa prece; tal qual um bom cantor ou musico, interpreta uma boa melodia, é preciso que vivamos de acordo com ela, ensinar ou pregar de um modo e viver de outro é próprio dos falsos e fingidos, Orar de um modo e viver de outro é próprio dos fariseus e dos hipócritas. Orar de um modo e viver de outro é próprio dos fariseus e dos hipócritas. Orar de um modo e viver de outro é próprio dos fariseus e dos hipócritas. Orar de um modo e viver de outro é próprio dos fariseus e dos hipócritas.

Slide 10

Se pedirmos que perdoe os nossos erros, devemos nós também perdoar os erros dos outros. Se pedirmos que nos livre do mal, é nosso dever não praticar o mal. Se orarmos que não nos deixe cair em tentação, precisamos resistir a todas as tentações, quando elas se apresentarem em nossa vida. Se rogarmos que nos dê o pão nosso de cada dia, providenciemos para que não falte o pão a nossos irmãos menos favorecidos, uma vez que isso esteja ao nosso alcance; porque a lei é esta Aquilo que quiserdes para vós, isso mesmo!!! Fazei aos outros.

Slide 11

Sentimos o bem que nos vem da prece, segundo a intensidade da nossa fé, em nossa conformidade com o sofrimento; na tranqüilidade de nossa consciência, pelo alivio do encargo que nos levou a suplica; na serenidade da nossa alma, na doce e misteriosa comunhão que se estabelece entre quem ora e a divindade a quem se ora.   E quando tivermos desenvolvido dentro de nós a fé viva e racional e aprendido a orar com o coração, seremos felizes e nos transportaremos aos planos superiores da espiritualidade.  

Slide 12

Só depois de se haver saído da carne, é que se conhecerá a plenitude do efeito da prece, e o grau surpreendente que ela representa na perfectibilidade espiritual da humanidade.   É como quem só aprecia-se a luz, depois de demorado excesso em lugar escuro, ou como quem só estima-se à saúde após longa e dolorosa enfermidade. Na terra consola-nos a oração.   É um alívio as nossas penas, um desabafo as nossas magoas, uma esperança na nossa dor. É, porém, um benefício todo pessoal.

Slide 13

MANEIRA DE ORAR  O dever primordial de toda criatura humana, o primeiro ato matinal, que deve assinalar a sua volta à vida ativa de cada dia é a prece. Quase todos vós orais, mas quão poucos sabem orar!   A prece deve ser feita logo que o seu espírito retoma ao peso da carne. Deve elevar-se à Majestade Divina com humildade, vinda das profundezas do seu eu, de seu coração! Ela deve elevar-se humilde, para lhe recomendar vossa fraqueza, para suplicar amparo, indulgência e misericórdia. Deve ser profunda, pois a alma nas asas da prece deve elevar-se ao Criador, transfigurando-se, qual Jesus no Labor, a fim de lá chegar nívea e radiosa de esperança e de amor.

Slide 14

Na prece deveis formular o pedido das graças de que tiverdes necessidade, mas necessidade real ! ! ! Inútil será pedirdes que abrevie vossas provas, que vos dê bens materiais e riquezas, que vença uma competição ou ganhe um premio; e muito menos que traga para junto de vós uma pessoa amada, se esta já for comprometida e…! Pedi-lhe vos conceda os bens mais preciosos da humildade, da paciência, da resignação e da fé. Não digais, como fazem muitos: “Não vale a pena orar, pois que o Pai não me atenderá”. Na maior parte das vezes, que pedis ao Pai? Quantas vezes já vos lembraram de pedir o vosso melhoramento moral? Decerto, bem poucas ! ! ! Pedi, portanto, antes de tudo, a vossa melhoria, e vereis que torrentes de graças e de consolações vos banharão.

Slide 15

Deveis orar incessantemente, sem que para isso seja necessário vos recolhais ao vosso oratório ou vos lanceis de joelhos nas praças públicas. A prece de cada dia consiste no cumprimento dos vossos deveres, sem exceção de nenhum, qualquer que seja a natureza deles. Orar não é praticar um ato de adoração e amor para com o Pai Universal Orar é prestardes aos vossos irmãos a assistência de que eles tenham necessidade, seja espiritual, emocional, intelectual, moral ou física!

Slide 16

Orar não é praticar ato de reconhecimento Orar; é elevardes o vosso pensamento ao Pai, quando vos vem uma felicidade, quando evitais um acidente. Quando uma contrariedade, apenas vos roga, dizendo: Sede bendito, meu Pai? Orar; não é praticar um ato de arrependimento ou vos humilhares diante do Juiz Supremo, Orar não é uma penitencia, ou negociação nem aposta ou pagamento por bens recebido. Quando sentis que falistes, ainda que lhe dirigindo somente um pensamento fugitivo e dizendo: Perdoai-me meu Pai, pois que pequei (por orgulho, por egoísmo, ou por falta de caridade), dai-me a força de não mais falir e a coragem de reparar a minha falta? Por favor; aguarde a transição sonora

Slide 17

O maior homem não é aquele que se posta de pé; e sim aquele que caminha de joelhos; ou seja, os humildes de coração. ****************** Encontrarão na próxima pagina, dois ícones, um com o texto completo e detalhado e o outro com 17 das melhores preces e orações. Veja ou solicite, a apresentação de nossa edição O que é a fé

Slide 18

Amigo virtual ---- Irmão Fraternal ---- Irmão virtual   Amigo ou irmão, virtual ou fraternal; é aquele que passa horas diante de uma maquina, elaborando um trabalho, para elevar seu astral, provocar sorrisos ou encantamentos, mesmo sabendo que não vai participar ou desfrutar dos mesmos, e ainda lhe fornece conhecimentos, instruções e orientações. O que ele faz é pêlo bem estar social...!   Essa mensagem é de domínio publico, e tem a finalidade de tornar sua vida melhor e encantar aos de boa vontade; “pelo menos durante sua apresentação!” Há momentos na vida em que precisamos fazer silencio para ouvir a voz do coração.   Na vida, devemos cultivar tesouros que o dinheiro não compra, o tempo não apaga, o ladrão não rouba, o governo não confisca, as traças a ferrugem e ação do tempo não corroem, e que até os cegos podem enxergar. Somente esses tesouros que levaremos para a eternidade!   Sem pressão...! Se achar apropriado e conveniente, Envie esta apresentação para todos de sua lista de e-mails, mesmo que isso signifique mandar para a mesma pessoa que lhe enviou. Se alguém lhe retornar esta apresentação, não reclame que já recebeu de alguém, ou que estão enchendo sua caixa de mensagem. Flores, presentes, beijos e carinhos, ninguém recusa ou reclama que já recebeu! Agradeça pelo menos, por não ser uma pessoa excluída, e não esqueça de avisar ao remetente que recebeu. Pelo menos! Fique certo de que: Aquele que lhe enviar alguma mensagem que você já leu, preocupa-se com seu bem estar e quer ver você bem, sorrindo alegre, em alto astral!   O arquiteto do universo, não assinou nenhuma de suas obras! Aqui está sendo feito o mesmo. Finalizar Apresentação Enviar e-mail para Raio de Luz Iniciar Apresentação

Summary: Maneira de orar correta

URL: