Inteligência Emocional

+24

No comments posted yet

Comments

bryan29c (1 year ago)

interesante presentacion sobre economia, me fue de mucha utilidad en mis estudios, tambien comparto con ustedes la noticia sobre César Alierta http://www.telefonica.com/en/about_telefonica/html/cv_directivos/cv_alierta.shtml saludos.

Slide 4

Exemplo do motorista de autocarro que conta as novidades da cidade [nova loja, saldos, espectáculo de rua, jardim ou parque, novo filme no cinema,…] e motiva as pessoas a não ir logo para casa

Slide 5

COMUNIDADE = Em casa ou em sociedade Violencia na escola Uso de armas – ex assassínios em massa ex em escolas Assassínio por parentes Grupos neo-nazi (alemanha) jovem mata 5 turcas

Slide 7

QUESTIONAR SUGESTOES DA TURMA

Slide 9

Exemplo da condução na neve cansado… Homem sente-se cansado depois de um longo dia de trabalho Faz-se à estrada e começa um intenso nevão… Teria 2 opções… seguir ou parar… Opta por parar… 20 minutos mais tarde arranca e poucos metros à frente encontra um grave acidente de viação TIVEMOS UM IMPULSO A SALVAR UMA VIDA

Slide 13

Céu-inferno traduzido nos prazeres carnais

Slide 14

Exemplo divorcio… quando questionada sobre o seu divorcio, uma mulher diz que já não se importa, mas vem uma lágrima aos olhos… temos as duas “mentes” a funcionar…

Slide 15

Na sequencia do conceito anterior surgem um conjunto de teorias, como aquela que Horace Walpole nos mostra… No entanto, será que poderemos ser tão lineares???

Slide 16

MOSTRAR VIDEO O trabalho das amígdalas e a sua inter-relação com o neocórtex (cérebro) são o centro da inteligência emocional, sendo estas as grandes responsáveis pela ansiedade e em caso de forte ansiedade teremos mesmo situações de stress.

Slide 18

EXEMPLO Estudante que queria ir para Harvard (podes considerar outra universidade qualquer e mesmo traduzir as notas para portugues) recebe um B no exame, acaba o sonho  pega numa faca e ameaça o professor e planeia suicidar-se O juiz considera-o inimputável no momento do incidente, ou seja foi tudo causado por ansiedade acumulada (forte stress) Anos mais tarde, acaba por terminar o curso com a melhor nota da turma

Slide 26

EXEMPLO do samurai e monge Dicotomia entre Céu e inferno Um agressivo samurai desafia um monge a explicar o conceito de céu e inferno… e o monge diz que não quer perder tempo com pessoas como ele… o samurai enraivecido ameaça o monge, que responde: Isto é o inferno Ao verificar que era verdade o samurai acalma-se e guarda a espada e o monge diz: isto é o céu a diferença de postura do samurai reflecte a diferença de sentimento de ser apanhado por um sentimento e de estar consciente dele

Slide 27

- auto-conscientes  pessoas com lucidez emocional, quando ficam de mau humor não entram em “ruminação”, sendo aptos a dar a volta rapidamente - “engulfed”  são instintivos e pouco conscientes dos seus sentimentos. Emoções fora do controlo. - conformados  resignados com o “destino”

Slide 28

EXEMPLO AVIÃO – aviso de perigo… o que fazer? Continuar a ler a revista ou ver o filme? Pegar imediatamente nas instruções de emergência? O primeiro caso minimiza a resposta emocional.    QUESTIONAR A TURMA SOBRE O QUE FAZIAM E O QUE ACHAM MAIS CORRECTO E PORQUÊ… TEATRO!!!!

Slide 32

Exemplo do EXAME Estudante “paralisado” como o medo Na manhã do exame sentia as batidas do coração derivada da ansiedade e um aperto no estômago Seguiu para o exame Assolaram-no vários pensamentos de “negativismo/incapacidade” associado à ideia de não conseguir realizar o exame e todas as consequencias derivadas disso Simplesmente ficou fixado no terror à espera do final da prova

Slide 33

A ansiedade bloqueia o intelecto. Sabota a performance académica em todos os aspectos. “Eu não vou ser capaz”, “Não sou bom nisto”

Slide 35

EXEMPLO. Europa e América os pais enfatizam os pontos fortes dos filhos, já na Ásia lutam para melhorar as fraquezas… valores étnicos: alta motivação e persistência!

Slide 37

Caixa de Pandora: o poder do pensar positivo  a esperança faz toda a diferença (os estudantes com altos níveis de esperança trabalham mais e conseguem melhores resultados… com baixa esperança desmoralizam) Cada pessoa pode criar a sua caixa onde guarda as suas expectativas

Slide 43

EXEMPLO DIVORCIO pressões sociais, estigma associado, parte económica (mulher dependente) é usada para manter juntos os casais… Mas se a pressão social não existir, as forças emocionais entre mulher e marido responsáveis por eventual sobrevivência do matrimónio serão mais fortes

Slide 50

As células do sistema imunológico “viajam” ao longo de todo o corpo, detectando o ataque de agentes estranhos. Recentemente descobriu-se que estas células eram responsáveis pela transmissão de mensagens nervosas.

Slide 51

EX CONSULTA MÉDICA Doente vai ao médio pq tem sangue na urina, é submetido a RX de contraste Na sala há grande movimentação de médicos Longa duração do exame (1h30) Ninguém fala no resultado do exame Amigo pergunta a nefrologista: o pai do meu amigo morreu de cancro da bexiga; ela gostaria de saber se existem sinais de cancro Afinal não havia doença Demonstra a ansiedade!!!

Slide 52

EX. ONCOLOGIA Ser positivo contribui para a recuperação A depressão diminui a qualidade e o tempo de sobrevida

Slide 1

Inteligência Emocional Faculdade de Economia da Universidade do Porto Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde Gestão de Recursos Humanos Ana Esteves Bruno Costa Paulo Fazenda Teresa Coelho Maio 2010

Slide 2

Sumário Introdução Cérebro Emocional A Natureza da Inteligência Emocional Inteligência Emocional Aplicada

Slide 3

Inteligência Emocional

Slide 4

O Desafio de Aristóteles "Qualquer um pode ficar irritado - isso é fácil . Mas ficar irritado com a pessoa certa, na justa medida, no momento certo, pela razão correcta e da melhor maneira - isso não é fácil."

Slide 5

Na última década… Assistimos a repetidos casos de inaptidão emocional, desespero e “raiva” na comunidade.

Slide 6

Explorar e Compreender Emoções

Slide 7

O argumento para a importância da Inteligência Emocional surge na ligação entre sentimento, carácter e instintos morais.

Slide 8

Inteligência Emocional

Slide 9

Vida ou Morte? As reacções automáticas (acções por impulso), que têm origem no nosso sistema nervoso, foram desde a pré-história as principais responsáveis pela diferença entre a vida a morte.

Slide 10

Impulsos O sangue corre para as mãos, tornando-as numa arma fácil. Os batimentos cardíacos aumentam. O aumento dos níveis de adrenalina gera um impulso de energia suficientemente forte capaz de provocar uma explosão de sentimentos.

Slide 11

Impulsos O sangue dispersa-se pelo músculo esquelético dando uma sensação “cold blood”. Talvez esconder seja a melhor reacção!!! Todo o corpo está em alerta fixado na ameaça e avaliando qual a resposta a dar.

Slide 12

Impulsos Um aumento de actividade no cérebro que inibe os sentimentos negativos, promovendo um incremento de energia disponível e acalmando pensamentos preocupantes.

Slide 13

Impulsos Traduz-se em sentimentos e satisfação sexual. A psicologia parassimpaticomimetica descreve a oposição “fight-or-flight”.

Slide 14

As nossas 2 Mentes

Slide 15

Life is a comedy for those who think and a tragedy for those who feel. Horace Walpole

Slide 16

Anatomia das Emoções O trabalho das amígdalas e a sua inter-relação com o neocórtex (cérebro) são o centro da inteligência emocional, sendo estas as grandes responsáveis pela ansiedade.

Slide 17

Inteligência Emocional

Slide 18

Podem as emoções ser inteligentes? A questão é: como pode uma pessoa com uma inteligência obvia tomar uma atitude tão irracional? A inteligência académica não se relaciona com a perspectiva emocional.

Slide 19

Tipos de Personalidade Tipo Racional (QI) Tipo Emocional

Slide 20

Tipo Racional (QI) Tipificado por um conjunto de interesses e capacidades intelectuais. É ambicioso e produtivo, previsível e desinteressado consigo mesmo. Tende a ser crítico e condescendente, inibido, inquieto com as experiências sexuais, inexpressivo e frio.

Slide 21

Tipo Racional (QI) São intelectualmente confiantes, exprimem-se fluentemente. Vasto leque de interesses intelectuais. Tendem a ser introspectivas, vivem em ansiedade, sentindo-se constantemente culpadas, sentindo dificuldade em exprimir a sua ”raiva” abertamente.

Slide 22

Tipo Emocional Socialmente equilibrado, extrovertido e alegre, não propenso a medos ou preocupações. Notável capacidade de compromisso com causas ou pessoas. Vida emocional rica. Confortáveis consigo mesmos, com os outros e na vida social.

Slide 23

Tipo Emocional Tende a ser assertiva, exprimindo os seus sentimentos directamente, sentindo-se positiva consigo mesmo. Expressa o sentimento adequado, com grande capacidade de adaptação ao stress.

Slide 24

Os 5 Domínios da IE Auto-conhecimento Gestão das Emoções Motivação Pessoal Reconhecer as Emoções dos Outros Relações Sociais

Slide 25

Inteligência Emocional

Slide 26

Auto-conhecimento A capacidade para monitorizar sentimentos a cada momento é crucial, para a psicologia do auto-conhecimento. Aqui encontramos a chave da Inteligência Emocional.

Slide 27

Tipos de Pessoas Auto-conscientes Impulsivos Conformados

Slide 29

Inteligência Emocional

Slide 30

Gestão das Emoções Capacidade que nasce da auto-consciência. Lidar com os sentimentos de forma a torná-los apropriados às situações. “raiva gera raiva”

Slide 31

Inteligência Emocional

Slide 32

Motivação Pessoal

Slide 33

Motivação Pessoal “eu não vou ser capaz” “não sou bom nisto” ANSIEDADE

Slide 34

Motivação Pessoal Maior auto-controlo. É essencial pôr as emoções ao serviço de um objectivo.

Slide 35

Motivação Pessoal O entusiasmo e a confiança são fundamentais para a motivação.

Slide 36

Motivação Pessoal O bom humor aumenta a capacidade para pensar com maior flexibilidade e complexidade. Optimismo: o grande motivador!

Slide 37

Motivação Pessoal Caixa de Pandora Expectativas Esperança

Slide 38

Inteligência Emocional

Slide 39

Empatia Capacidade para compreender a constituição emocional dos outros. A atitude empática está normalmente ligada a julgamentos morais, podendo colocar-se algumas questões éticas. Mais sensibilidade aos sentimentos e perspectivas dos outros melhorando a capacidade de interacção.

Slide 40

Inteligência Emocional

Slide 41

Relações Sociais Capacidade de gerir o nosso relacionamento com os outros e as suas emoções.

Slide 42

Inteligência Emocional

Slide 43

IE Aplicada Amar e trabalhar são as duas capacidades que demarcam a completa maturidade (Freud). As mulheres são mais emocionais do que os homens.

Slide 44

Inteligência Emocional

Slide 45

IE no Trabalho Um elevado QI não é garantia de prosperidade, prestigio ou felicidade, embora a escola e “cultura” estejam fixadas nas capacidades académicas, ignorando a inteligência emocional. As pessoas com bom desenvolvimento emocional estão mais propensas à satisfação pessoal, com consequente melhora na produtividade.

Slide 46

Novas formas de Negócio A relação custo-efectividade da inteligência emocional é uma nova ideia de negócio, que começa a ser adoptada. Correspondem cada vez menos à ideia “their heads but not their hearts”. Sentimentos de empatia e compaixão poderão levar a conflitos organizacionais.

Slide 47

Criticismo Ser crítico é a pior forma de motivar alguém, especialmente o criticismo destrutivo.

Slide 48

Inteligência de Grupo Não corresponde ao somatório das inteligências individuais no conceito académico, mas sim em termos de inteligência emocional. A chave para atingir um alto QI de grupo é a harmonia, com uso total dos talentos de cada um individualmente.

Slide 49

Inteligência Emocional

Slide 50

IE na Saúde O cérebro emocional está relacionado com o sistema imunológico.

Slide 51

IE na Saúde A ansiedade é provavelmente a emoção com maior impacto científico relacionado com a doença e a sua recuperação. “A ansiedade ajuda-nos a criar um pacto com o perigo.” Stress

Slide 52

IE na Saúde O stress faz com que as pessoas fiquem mais susceptíveis às doenças infecciosas.

Slide 53

Custos da Depressão Estudo com 100 doentes transplantados (medula) 13 com depressão (12 morreram ao fim de 1 ano) 87 sem depressão (34 estão vivos 2 anos depois) Ser positivo contribui para a recuperação

Slide 54

Inteligência Emocional Descreve a capacidade e a competência de se auto-conhecer, identificando e controlando as suas emoções, as dos outros e as de grupo.

Slide 55

Inteligência Emocional Faculdade de Economia da Universidade do Porto Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde Gestão de Recursos Humanos Ana Esteves Bruno Costa Paulo Fazenda Teresa Coelho Maio 2010

Summary: Ana Esteves, Bruno Costa, Paulo Fazenda, Teresa Coelho Gestão de Recursos Humanos MGESS Faculdade de Economia do Porto

Tags: inteligencia emocional

URL:
More by this User
Most Viewed