Câncer de Colo Uterino

+56

No comments posted yet

Comments

mariadelourdesxavier (2 years ago)

Câncer de Colo Uterino

Slide 1

Câncer do Colo Uterino Instituto de Ginecologia – UFRJ Hospital Moncorvo Filho Prof José Augusto Machado Adjunto de Ginecologia UFRJ Estadiamento – Conduta – Prognóstico – Seguimento

Slide 2

Estadiamento - FIGO - 1994 Exame ginecológico - extensão da doença Raio X de torax Pesquisa de metástase Ultra-sonografia / TC / RNM Definição espacial do tumor Urografia excretora Funcionamento do aparelho urinário Cistoscopia Retossigmoidoscopia

Slide 3

Estádio 0 Estádio I Estádio II Estádio III Estádio IV Carcinoma estende-se além do colo mas não até a parede pélvica e/ou carcinoma estende-se até a vagina mas não ao terço inferior Carcinoma “in Situ” Carcinoma limitado ao colo Carcinoma estende-se à parede pélvica e/ou ao terço inferior da vagina e/ou acarreta hidronefrose ou exclusão funcional do rim Carcinoma estende-se à mucosa da bexiga ou reto e/ou estende-se além da pélve Câncer do Colo Uterino Estadiamento

Slide 4

ESTADIO I - Carcinoma limitado ao colo Ia - Invasão identificada apenas microscópicamente Ia1 - Invasão estromal até 3mm em profundidade e até 7mm em extensão Ia2 - Invasão estromal até 5mm em profundidade e até 7mm em extensão Ib - Lesão clínica restrita ao colo, ou pré-clínica, maior que o estadiamento Ia Ib1 - Lesão clínica até 4cm Ib2 - Lesão clínica maior do que 4cm Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 5

ESTADIO II - Carcinoma estende-se além do colo mas não até a parede pélvica e/ou carcinoma estende-se até a vagina mas não ao terço inferior Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 6

ESTADIO III - Carcinoma estende-se ao terço inferior da vagina e/ou à parede pélvica e/ou acarreta hidronefrose ou exclusão funcional do rim Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 7

ESTADIO IV - Carcinoma estende-se à mucosa da bexiga ou reto e/ou estende-se além da pélve Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 8

TRATAMENTO Cirúrgico Radioterápico Terapêutica individualizada Estadiamento da neoplasia Tipo histológico Caracteristicas clínicas da paciente Disponibilidade de recursos técnicos Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 9

TRATAMENTO Conização Histerectomia Total Alargada (Tipo II) + Linfadenectomia Histerectomia Radical (Tipo III) + Linfadenectomia Histerectomia Vaginal Radical * Traquelectomia Radical ** Procedimentos Cirúrgicos Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 10

Estádio 0 Estádio I Estádio II Estádio III Estádio IV Carcinoma limitado ao colo Câncer do Colo Uterino Estadiamento

Slide 11

Câncer do Colo Uterino Estadiamento

Slide 12

Câncer do Colo Uterino Estadiamento Estádio Ia Estádio Ib Ia1 Ia2 Ib1 Ib2 Invasão identificada apenas microscópicamente Lesão clínica restrita ao colo, e maior que o estadiamento Ia Invasão estromal até 3mm em profundidade e até 7mm em extensão Invasão estromal até 5mm em profundidade e até 7mm em extensão Lesão clínica até 4cm Lesão clínica maior do que 4cm Obs.: A profundidade de invasão não será nunca maior de que 5mm à partir da superfície do epitélio. Espaços vasculares, venosos ou linfáticos invadidos, não alteram o estadiamento

Slide 13

Câncer do Colo Uterino Tratamento Ia1 Ia2 Ib1 Ib2 Invasão estromal até 3mm em profundidade e até 7mm em extensão Invasão estromal até 5mm em profundidade e até 7mm em extensão Lesão clínica até 4cm Lesão clínica maior do que 4cm

Slide 14

Câncer do Colo Uterino Tratamento

Slide 15

Operação de Wertheim Meigs Histerectomia total abdominal + anexectomia bilateral + linfadenectomia pélvica + parametrectomia + hemicolpectomia

Slide 16

1,5cm 1,5cm

Slide 17

DISSEMINAÇÃO Instituto de Ginecologia - UFRJ Continuidade Contiguidade Linfática Hematogênica

Slide 19

TRATAMENTO Irradiação externa Telecobaltoterapia (3.000 a 4.000 rad) Irradiação intra-cavitária Braquiterapia(6.000 a 8.000 rad) Radium 226 Césio 137 Radioterapia Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 20

Esquema Terapêutico - IG.UFRJ Câncer do Colo Uterino Ib1 Ib2 IIa IIb III IV Linfonodos pélvicos negativos Linfonodos pélvicos positivos Radioterapia Radioterapia Wertheim - Meigs Radioterapia** Wertheim - Meigs

Slide 25

CA colo uterino estádio Ib 13 semanas

Slide 27

Cuidados pós operatórios: Sondagem vesical Drenagem do espaço extraperitonial Fisioterapia do aparelho respiratório Profilaxia do tromboembolismo e infecções Complicações: Hemorragia Infecção Fístulas Bexiga neurogênica Linfocistos Operação de Wertheim Meigs tempo médio de cirurgia: 4/6 horas tempo médio de internação: 10/15 dias Câncer do Colo Uterino

Slide 30

PROGNÓSTICO Grau de diferenciação 1 e 2 > 3 Estádio IB > IIA e IIB Escamoso > adeno Adeno > adenoescamoso Metástases ausentes > presentes Idade de gestação * Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 31

SEGUIMENTO Aceita-se universalmente como conceito de cura do câncer aqueles casos em que o paciente é acompanhado (clínica e laboratorialmente) por um período mínimo de cinco anos sem apresentar sinais recorrentes ou metastático da neoplasia. ( NED ) Prognóstico - Sobrevida Instituto de Ginecologia - UFRJ

Slide 32

PROGNÓSTICO Instituto de Ginecologia - UFRJ Sobrevida de 5 anos Brunschwig 76,0% IG-UFRJ (1998- 2001) 75,0% Lee 87,2% Ayhan 80,7% Hopkins 92,5%

Slide 33

PROGNÓSTICO Instituto de Ginecologia - UFRJ Sobrevida (FIGO) Tratamento Cirúrgico Estádio % I 75 - 95 II 45 - 67 III 25 - 47 IV 3 - 20

Slide 34

PROGNÓSTICO Instituto de Ginecologia - UFRJ Câncer do colo uterino Metástases linfáticas - Estádio IA Autor Casos M. Linfáticas Mussey 91 2 Kolstad 177 4 Ng e Reagan 66 0 Lotte 37 0 Brand 68 1 Artnev 126 0 IG-UFRJ 26 1

Slide 35

SEGUIMENTO Instituto de Ginecologia - UFRJ Exmames Laboratoriais Marcadores tumorais (periódicos) Urografia Excretora (30 / 90 / 180 dias) RX de Tórax (semestral) USG (semestral) Cintilografia Óssea e Hepática (anual)

Slide 36

CASO CLÍNICO

Slide 37

N.F,L 31 anos, casada; natural RJ; D Caxias Menarca 12 anos / TM: mensal 28d. Fluxo 4d. Gesta I Para O – Aborto espontaneo aos 28 anos Encaminhada ao IG.URJ com diagnóstco citológico: CASO CLÍNICO Encaminhada ao ambulatório de Patologia Cervical Colposcopia classe III – pontilhado grosseiro + vasos atípicos Realizada biópsias de zonas matrizes Diagnóstico histopatológico SIL alto grau – NIC III Carcinoma invasor do tipo escamoso bem diferenciado Encaminhada ao ambulatório Oncologia Realizado estadiamento clínico Estadio Ib1 CONDUTA

Slide 38

TRAQUELECTOMIA RADICAL Instituto de Ginecologia - UFRJ INDICAÇÃO Tumores pequenos menores de 20 mm Localizado na superfície externa ectocervice Ausência de envolvimento linfático Mulheres jovens que desejam gestar Precedido sempre pela linfadenectomia pelvica endoscópica

Slide 39

http://www.ig_online.blogger.com.br/

Summary: Prof. José Augusto Machado http://jamachado.wordpress.com https://sites.google.com/site/gynonet/home

Tags: cancer colo uterino neoplasia intra-epitelial cervical

URL: