Ciclos ou séries, repensando a organização escolar.

+5

No comments posted yet

Comments

Slide 1

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP O que muda quando se altera a forma de organizar os tempos-espaços da escola? Nota de leitura elaborada por: Professor Ricardo da Silva Miranda

Slide 2

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP O formato da escola atual - Construção historica do final da idade média Destinada a escolher novas gerações; Campos de poder; Delimitação clara dos tempos Espaços e tempos contraditórios Disputa entre fatores internos e externos à escola. Modelo baseado na necessidade de preservação da ordem econômica e social moderna Subordinação ao capitalismo

Slide 3

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP I – O QUE MUDA? O modelo da escola que prioriza a redução das estatísticas de repetência e os custos do sistema; Distinção entre Progressão continuada e sistema de ciclos; A visão da comunidade é de que “vive-se num sistema de 'enganação coletiva'” , a “política educacional de hoje foi montada para mostrar resultados estatísticos a curto prazo” e "Quase não há preocupação com o processo de ensino e aprendizagem, só com os números"

Slide 4

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP alunos por faixa etária, considerando o estágio de desenvolvimento cognitivo mecanismos de acompanhamento permanente dos alunos com dificuldades de aprendizagem; melhoria de infra-estrutura das escolas formação, atualização e aperfeiçoamento dos professores gestão democrática da escola integração entre a escola e a comunidade (Revista Fórum na Rede, No. 2, 2001).

Slide 5

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP A Progressão Continuada Objetivos: 1 -Lidar como os problemas educacionais dentro de uma perspectiva economicista; 2 – Escola que ensine tudo a todos dentro do próprio sistema capitalista.

Slide 6

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP planejamento que visa garantir a um maior número de alunos a aprendizagem escola deve encontrar diferentes formas de ensinar que assegurem a aprendizagem dos alunos e o seu progresso intra e inter-ciclos a crença de que toda criança é capaz de aprender escola, deve garantir a aprendizagem do aluno.

Slide 7

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Progressão continuada / Promoção Automática Progressão continuada => a criança avança em seu percurso escolar em razão de ter se apropriado, pela ação da escola, de novas formas de pensar, sentir e agir Promoção Automática => permanece na unidade escolar, independentemente de progressos terem sido alcançados”

Slide 8

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP “ser contra a progressão continuada é, ... negar a evidência científica de que toda criança é capaz de aprender, se lhe forem oferecidas condições para tal; ou seja: respeito a seu ritmo de aprendizagem e a seu estilo cognitivo, bem como recursos para que interaja de modo profícuo com os conhecimentos (São Paulo (Estado), 1998d, p. 2)”

Slide 9

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Não basta dar todo o tempo necessário, é preciso que ele tenha ajuda igualmente diferenciada para aprender Elemento chave para tornar a diversificação do tempo eficaz – existência de “apropriadas formas de ajuda” disponíveis para lidar com os diferentes alunos luta-se pela inclusão e pelo ensino para todos As finalidades correntes da escola atual não se destinam à inclusão e ensino para todos

Slide 10

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Conservadores versus Liberais Aqui, a questão, não é progressão continuada ou séries mas avaliar com poder de reprovar ou não

Slide 11

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Conservadores =>seriação formal e avaliação com poder de reprovação Liberais => progressão continuada, características da seriação, avaliação de cunho formativo

Slide 12

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Ambos: Responsabilização do professor e da escola Fatores internos à escola devem suplantar as limitações dos fatores externos, gerando equidade, a partir de controle externo

Slide 13

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Os ciclos É um tempo contínuo que se identifica com o tempo de formação do próprio desenvolvimento humano: infância, puberdade e adolescência (Dalben, 2000a, p. 92)‏

Slide 14

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Altera os tempos e os espaços da escola Visão crítica das finalidades educacionais da escola Visão de homem enquanto sujeito histórico Entende a sociedade como construção histórica em permanente processo de transformação Valoriza a diversidade e dos ritmos no processo educativo. O conhecimento como processo de construção e reconstrução Entende a aprendizagem como um direito da cidadania Coletivo de Educadores redução de reprovação e a ações de recuperação e reforço da aprendizagem do aluno

Slide 15

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP II – O QUE NÃO MUDA O sistema educacional brasileiro não opera no vácuo, ele é reflexo direto da situação social brasileira (ex-Ministro Paulo Renato Souza (2001),)‏ Inclusão de alunos “pobres” na escola Universalização da educação

Slide 16

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP A natureza da escola na modernidade controlar os alunos em seu interior processo de avaliação estabelecer um rigoroso controle sobre o comportamento dos alunos e seus valores e atitudes poder do professor Avaliação Formal (Provas, Trabalhos, etc)‏ Avaliação Informal (Juízos de valor) – Tendencia natural dos professores

Slide 17

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP As novas formas de exclusão • troca da avaliação formal pela valorização da avaliação informal de caráter hierarquizador e excludente; • criação de trilhas diferenciadas de progressão no interior da escola (exclusão por dentro). a evasão já é tida como algo mais natural e aceitável reforçou os processos de avaliação e reprovação informais

Slide 18

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP III – PARA IR ALÉM DAS PRÁTICAS ATUAIS

Slide 19

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP O conceito de ciclo Os ciclos devem: • pautar a questão da “formação” e não só a da instrução (português e matemática); • introduzir o componente “desenvolvimento” (infância, pré-adolescência e adolescência)‏ na organização da escola; • remeter à relação educação e vida não só como vivência de experiências sociais, mas também como estudo crítico da atualidade; • apostar no desenvolvimento da auto-organização do aluno, com sua participação em coletivos escolares como vivência real de poder e decisão nos assuntos da escola; • incorporar a progressão continuada Gestão (participação) democrática.

Slide 20

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Uma prática curricular superadora Complexos temáticos que orientam a ação dos docentes Combinação de fases de desenvolvimento com características pessoais do aluno Demanda curricular partindo da comunidade Prática cultural os estudantes como ponto de partida Cada um deve definir o seu próprio caminho

Slide 21

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP A garantia de “ajuda apropriada” para o aluno Políticas públicas adequadas

Slide 22

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Educação de tempo integral como horizonte Formação em tempo integral que permita lidar com motivadores naturais das crianças e não apenas com motivadores artificiais baseados em nota ou avaliação informal

Slide 23

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Qualidade negociada: controlando as novas formas de exclusão Processo democrático de avaliação institucional de escolas ancorado no projeto político pedagógico Qualidade é um processo de reflexão compartilhada e coletivo que implica em que sejam assumidos compromissos locais com ela. A qualidade é uma construção permanente que avança compromisso a compromisso

Slide 24

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS FREITAS, Luiz Carlos de. CICLO OU SÉRIES ?O que muda quando se altera a forma de organizar os tempos-espaços da escola?, FE-UNICAM,freitas.list@uol.com.br. Disponivel em: http://www.anped.org.br/reunioes/27/diversos/te_luiz_carlos_freitas.pdf Nota de Leitura elaborada por:Professor Ricardo da Silva Miranda – ricardontebetim@gmail.com

Slide 25

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Objetivos do autor: O objetivo do autor foi refleltir sobre o funcionamento da escola no regime de Ciclos ou Seriado. Nota de Leitura elaborada por:Professor Ricardo da Silva Miranda – ricardontebetim@gmail.com

Slide 26

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Referencial Teórico utilizado pelo autor: Shulgin, 1924;Gamble, 1988; Franco (2004); Revista Fórum na Rede, No. 2, (2001); O Estado de São Paulo, 1/outubro/2000; Perrenoud (2004); Bertagna (2003); Madaus (1971); Quagliato (2003); Secretaria Municipal de Educação de Belém, 1999, p. 4; Dalben 2000; Fundação Educacional do Distrito Federal, 1997; Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre (1995); Forquin (2001); Creso (2004); Patto (1990); Wallerstein, 1979; Dussell e Caruso, 2003; Cf. Bertagna (2003); Biani (2004); Bourdieu e Champagne (2001); Gomes (2004); Pistrak (1924); Dalben (2000); Krug (2001); Amorim (2004); Bauman (2000); Bondioli (2004); Biani (2004) e Wallerstein (2002)‏ Nota de Leitura elaborada por: Professor Ricardo da Silva Miranda – ricardontebetim@gmail.com

Slide 27

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP O que o autor defende? O autor defende uma melhor organização da escola, priorizando fatores que valorizam a socialização e crescimento crítico dos alunos Nota de Leitura elaborada por: Professor Ricardo da Silva Miranda – ricardontebetim@gmail.com

Slide 28

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Que argumentos utiliza? Valorização do aluno enquanto indivíduo em suas vivencias socio-culturais, Inclusão efetiva, a construção do conhecimento pelo aluno, garantia de ajuda apropriada a alunos com necessidade, reorganização do tempo e expaço escolares, educação de tempo integral, qualidade negociada e recuperar metas e esperança. Nota de Leitura elaborada por: Professor Ricardo da Silva Miranda – ricardontebetim@gmail.com

Slide 29

Ciclo ou Séries Luiz Carlos de Freitas - FE-UNICAMP Posicionamento diante do texto: O texto faz uma análise profunda da questão, buscando filosofos e cientistas que ao longo da história escreveram sobre assuntos pertinentes. Concordo plenamente com o autor, quanto à necessidade de se replanejar a educação, colocar o aluno como o centro do processo eductivo, valorizar o corpo docente e promover formação continuada para os diversos setores da escola. A educação e uma arte, e todos os atores devem exercer bem o seu papel para se atingir o seu objetivo . Nota de Leitura elaborada por: Professor Ricardo da Silva Miranda – ricardontebetim@gmail.com

Summary: Pequena nota de texto, referente ao artigo FREITAS, Luiz carlos de (freitas.list@uol.com). CICLO OU SÉRIES ? O que muda quando se altera a forma de organizar os tempos-espaços da escola?.FE-UNICAMP. Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/27/diversos/te_luiz_carlos_freitas.pdf

Tags: ciclos

URL:
More by this User
Most Viewed
Previous Page Next Page
Previous Page Next Page