Conteúdos e serviços, instrumentos e ferramentas Explorando o twitter

+1

No comments posted yet

Comments

Slide 1

A construção da organização 2.0 Conteúdos e serviços, instrumentos e ferramentas Explorando o twitter Pedro Príncipe – Set. 2011 3

Slide 3

PUBLICAÇÃO

Slide 4

Publicação Blogues Wikis

Slide 5

Partilha de documentos - Wikis Comindwork WetPaint wikidot mediawiki wikispaces.com GoogleDocs GoogleSites Socialtext Zoho mindtouch Deki etherpad Couchit SocialText KnowledgePlaza.be Mixedink Microsoft SharePoint PBWiki Microsoft Docs Wepapers Pedro Príncipe 5

Slide 6

PARTILHA

Slide 7

Vídeos Youtube Vimeo Blip.tv … Pedro Príncipe 7

Slide 8

Publicação de Documentos Scribd Issuu Docstoc Acrobat.com TXTBear Pedro Príncipe 8

Slide 9

Apresentações Web Slideshare SlideRocket woices.com PresenterNet.com InstantPresenter Vcasmo 280 Slides Livemeetups Slideboom Freepath Mightymeeting ZohoShow Kineticast MyPlick Live Present SlidePresenter Slide-Casts My-Slide-Presenter Pedro Príncipe 9

Slide 10

Apresentações Multimedia Vuvox Animoto OneTrueMedia Scrapblog bubbleshare Voice Thread Zentation Present.io Pedro Príncipe 10

Slide 11

Flickr

Slide 12

Redes Sociais

Slide 13

FACEBOOK

Slide 14

Plataformas de Networking Social privado Googlegroups YahooGroups Ning Groupsite grouply SocialGo Memberhub Qlubb Spruz Grou.ps Bigtent meetup Friendfeed Pedro Príncipe 14

Slide 15

MicroBlog

Slide 16

Twitter http://twitter.com/

Slide 17

Twitter O Twitter - www.twitter.com - é um serviço de mensagens, ou “microbloging, e uma rede social, que é por vezes designada como o “SMS da Internet” As mensagens que os utilizadores trocam no Twitter são designadas por Tweets, e estão limitadas a 140 caracteres.

Slide 18

Twitter O Twitter foi criado em 2006, e teve um crescimento impressionante desde meados de 2008. Em cada dia produzem-se mais de 50 milhões de Tweets. No final de 2009 existiriam cerca de 75 milhões de utilizadores registados, mas apenas 20% eram activos.

Slide 19

http://thenextweb.com/socialmedia/2010/12/20/facebook-vs-twitter-by-the-numbers-infographic

Slide 20

Twitter As mensagens de texto são exibidas na página pessoal (perfil) do seu autor, enviadas para os seus “seguidores” (followers) e acessíveis através de pesquisa. As mensagens podem ser públicas (opção por defeito) ou apenas disponíveis para os seguidores do emissor. Originalmente os Tweets eram exclusivamente enviados a partir do site do Twitter, mas hoje um nº muito significativo é enviado através de outros meios (aplicações externas, telemóveis, etc.). Existem cerca de 50.000 aplicações para o Twitter na Internet ou telemóveis

Slide 21

Twitter Clients, Aug 22, 2010 http://www.twitstat.com/twitterclientusers.html Shows Twitter client usage for all accounts tracked by @twitstat.

Slide 22

Twitter – Como Utilizar 1 – Criar uma conta em http://twitter.com/signup 2 – Encontrar pessoas e/ou organizações para seguir: Pesquisando: http://twitter.com/invitations/find_on_twitter Importando dos vossos contactos: https://twitter.com/invitations/ find_on_contacts Convidando: https://twitter.com/invitations/invite_by_email Dar a conhecer a sua presença no Twitter e criar uma rede de “seguidores” Anunciando através de outros “canais” (Blog, Facebook, etc.) Começando a twittar…

Slide 23

2ª Atividade 2ª atividade – twitter - https://twitter.com/signup Criar conta no twitter (* para quem ainda não tenha) Follow @pedroprincipe Criar widget do perfil pessoal para incorporação (guardar o código num ficheiro txt)

Slide 24

3ª Atividade 3ª atividade – edição do blogue da formação (página) Criação da página pessoal no blogue Título = nome (primeiro e último) Corpo do texto = incorporar código do widget twitter

Slide 25

O que se passa?

Slide 26

Alguns conceitos do twitter Tweet Resposta (reply) = @nomedeutilizador Retweet = RT @nomedeutilizador Mensagem directa = D nomedeutilizador Timeline / Página inicial Perfil pessoal

Slide 27

Alguns conceits do Twitter FOLLOW Seguir utilizador do Twitter. Os Tweets desse utilizador passam a ser exibidos na Timeline do seguidor e na sua lista “Following” UNFOLLOW Deixar de seguir um utilizador. Os Tweets deixam de ser exibidos na Timeline e de figurar na lista BLOCK Bloquear utilizador. O utilizador deixará de seguir os Tweets e de aparecer na lista de Followers

Slide 28

Alguns conceitos do twitter HASHTAG # Uma forma desenvolvida pela comunidade Twitter para etiquetar, agrupar e localizar tweets. Os hashtags podem ser usadas em qualquer ponto do tweet. #portugal

Slide 29

Alguns conceitos do Twitter LISTS Desde Novembro de 2009 é possível criar listas no Twitter, para organizar os utilizadores que se seguem, ou mesmo para se acompanhar utilizadores que não se seguem Cada utente pode ter até 20 listas As listas podem ser públicas ou privadas Os utentes podem Follow/Unfollow listas de mesma forma que contas individuais Como mencionar uma lista: @<nomeutilizador>/<nomedalista>

Slide 30

4ª atividade – twitter http://twitter.com Twittar na conta pessoal criada (* para quem ainda não tinha) “Estamos na formação sobre redes sociais” Usar @pedroprincipe @tecminho e #ccg Twittar usando uma hashtag #twitter ou #redessociais ou outra relevante

Slide 31

Twitter http://twitter.com/

Slide 32

Orientações para a utilização do twitter na organização Direção - consulte o responsável para obter a aprovação para qualquer presença em novas redes sociais. Devem ser fornecidos os dados de acesso (login e pass) para garantir a continuidade do acesso e publicação. Contacto - nomear um elemento da equipe do projeto ou serviço para ser o principal ponto de contacto desta presença online e ser a pessoa capaz de manter uma linha editorial comum e regularidade na publicação de atualizações e na moderação. Tom – usar um tom adequado do ponto de vista institucional e profissional. Usar convenientemente a marca, personalização de cores e logos, nomes de user apropriado, url a refletir o nome da organização. Perfil - Ser transparente sobre quem publica ou contribui para este serviço online de redes sociais (incluir nomes ou cargos sempre que possível). Assegurar que o perfil associado esteja preenchido com uma imagem adequada, link da organização (projeto ou serviço). Frequência - Publicar com regularidade e relevância. Adequar apresentação, qualidade de conteúdo, escrita e ortografia das mensagens e garantir a consistência com padrões profissionais.

Slide 33

Twitter Clients, Aug 22, 2010 http://www.twitstat.com/twitterclientusers.html Shows Twitter client usage for all accounts tracked by @twitstat.

Slide 34

Razões para a utilização de um dashboard twitter http://www.mediabistro.com/alltwitter/4-reasons-you-should-use-a-dashboard-not-twitter-com_b13005 Utilizar uma aplicação do tipo painel para gerir o twitter (diferentes contas ou perfis em redes sociais) permite melhorar a experiência de utilização e obter mais rentabilidade, e é mais adequado para a presença institucional. Os painéis permitem monitorizar, interagir, retweetar, classificar, categorizar, seguir tendências, criar grupos… e muito mais. Tweetdeck Hootsuit Seesmic

Slide 35

Razões para a utilização de um dashboard twitter http://www.mediabistro.com/alltwitter/4-reasons-you-should-use-a-dashboard-not-twitter-com_b13005 Agendar tweets - Usando um painel Twitter como HootSuite, Seesmic ou o TweetDeck, pode-se facilmente agendar tweets (a usar com moderação). Visualizar múltiplos fluxos de tweets - O padrão só tem uma coluna. Num painel pode ver várias colunas de @mentions, hashtags, listas, pesquisas, etc., tudo lado a lado de forma prática e sem ter de carregar a página. Pode trabalhar em equipa - Twitter.com não apresenta uma boa experiência para diferentes pessoas gerirem o serviço online. Usando uma aplicação de painel pode tirar proveito de funcionalidades descentralizadas (o que escreveu, agendamentos...). Sincronizar outras redes sociais - Os dashboards Twitter também podem integrar outras redes sociais (Facebook, LinkedIn, YouTube…). Isto significa que se pode gerir múltiplas presenças nas redes sociais.

Slide 36

Medir o “Engagement” Quantas pessoas fazem alguma coisa com a sua mensagem. Este é um dos mais importantes indicadores que mede quantas pessoas realmente se interessam por si ou pela sua marca o suficiente para de darem ao trabalho de fazer alguma coisa (comentar, partilhar, responder, etc). Ao contrário dos meios tradicionais, o engagement é muito fácil de medir através de aplicações como Radian 6, Biz360 ou TweetEffect. Twitter: Quantifique o número de vezes que os seus links foram clicados, a sua mensagem ”retweeted”, e o seu hashtag usado e quantas pessoas o fizeram. Pode também seguir as @replies … Ver http://armandosvieira.wordpress.com/personal

Slide 37

Avaliação e monitorização Twitter Analyzer Twittercounter TweetStats Twendz Ver »» http://www.slideshare.net/godwinp/its-all-about-social-media-stupid

Slide 38

@tecminho

Slide 39

@openaire_eu

Tags: twitter

URL: