Projeto: "Resgate das brincadeiras antigas"

+10

No comments posted yet

Comments

Slide 1

Resgate de brincadeiras antigas. Alunas: Fabiane e Leila Soccol

Slide 2

Apresentação: Título: Resgate de brincadeiras antigas. E. M. E. F “Novo Horizonte” Série: 2º ano matutino. Duração: Uma semana. Disciplinas: Matemática – Língua Portuguesa – História – Geografia – Ciências – Educação Física - Artes- Ética – Sexualidade – Educação ambiental.

Slide 3

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (BRASIL, 1998, p. ) aponta que desde muito pequenas, pela interação com o meio social no qual vivem, as crianças aprendem sobre o mundo, fazendo perguntas e procurando respostas às suas indagações e questões. Como integrantes de grupos socioculturais singulares, vivenciam experiências e interagem num contexto de conceitos, valores, idéias e representações sobre os mais diversos temas a que têm acesso na vida cotidiana, construindo um conjunto de conhecimentos sobre o mundo que as cerca. Brincar:

Slide 4

Objetivos: Socialização; Lateralidade; Desenvolvimento de habilidades; Ampliação do vocabulário; Conhecimento e experimentação das brincadeiras de tempos passados – do tempo dos pais e avôs; Conhecimento de como as crianças brincam e diferentes realidade; Estabelecer relações de respeito pelos mais velhos, valorizando suas experiências;

Slide 5

Oferecer condições para que a criança possa ampliar seus conhecimentos tecnologias, bem como descobrir funções sociais; Produção de texto; Leitura; Medidas, Adição, subtração; Noções práticas de divisão e multiplicação; Confecção de brincadeiras; Formas geometrias; Coordenação neuromuscular; Diminuir agressividade; Construção de regras e regulamentos para jogos;

Slide 7

Recursos: Papel, tesoura, cola, lápis; Barbante; Canetinhas; Giz; Sala de informática para pesquisa; Máquina fotográfica para registro; Embalagens recicláveis Vazias.

Slide 9

Etapas da atividade: Inicialmente o assunto será introduzido para os alunos; Após interação e conversação os alunos serão levados á sala de informática para pesquisar sobre o tema, sendo o material anteriormente estabelecido e escolhido adequadamente. Exemplo: Slides com imagens e escritas com letras grandes; Após acesso ao material, sentá-los em roda para nova troca de experiências, sendo que agora os alunos possuem um conhecimentos mais amplo sobre o tema; Montar em sala coletivamente questionário para entrevisto com os pais ou avós; Leitura e exposição da entrevista; Produção de teto; Ilustração de uma brincadeira que conheceu; Atividade externa: Brincadeira – com algumas brincadeiras resgatadas brincar com os alunos configurando regras e regimento;

Slide 10

Expor a importância de atividades física e ao ar livre para a saúde, associando-as as habituais mais cômodas como TV, games entre outras; Promover a confecção de brinquedos a partir de sucatas acentuando durante desenvolvimento medidas, operações matemáticas e educação ambiental; Observar e comentar no ensejo valores, higiene, alimentação saudável; Solicitar registro das experiências vividas a cada término da aula; Motivar relatório para desenvolver expressão oral.

Slide 12

Avaliação: Verificar o desempenho e interesse do alunos na execução das atividades propostas; Verificar se a criança demostra atitudes positivas ou negativas om relação as propostas e objetivos;

Slide 13

Analisar o comportamento das crianças no que diz respeito ao relacionamento com as outras crianças e com as professoras e demais adultos que vivenciam a rotina da escola; Relação de competitividade e respeito aos companheiros (as).

Slide 14

Para refletir:  "Brincar com crianças não é perder tempo, é ganhá-lo; se é triste ver meninos sem escola, mais triste ainda é vê-los sentados enfileirados em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor para a formação do homem." ( Carlos Drummond de Andrade

Slide 15

Para estudo completo, consulte: http://www.efdeportes.com/efd151/brincadeiras-tradicionais-em-programas-intergeracionais.htm

Slide 16

Bibliografia: BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPOSTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Referenial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasilia; MEC/SEF, 1998.

URL: