O Homem da Rosa

+47

No comments posted yet

Comments

Slide 1

“O Homem da ROSA” Fragmentos do livro de Carlos Costa

Slide 2

“Time is flowing in the middle oft the night.” Tennyson. (O tempo corre no meio da noite) Carlos Costa.

Slide 3

“- Eu moro só, senhora. Moramos eu e esta rosa. Se ela morrer, a vida também vai morrer. Ou a senhora não percebeu que esta rosa é como a vida. Ela precisa de água como eu preciso de sangue. O sangue da rosa é a água, como o ar também é o sangue dos homens. Eu preciso respirar para viver. O meu coração precisa respirar e ele só sabe respirar o perfume da rosa. Se ela morrer, não é só ela que morre. Vão morrer, também, as pessoas sensíveis, as pessoas que conseguem escutar o silêncio e conversar com o vento, sentir o barulho da folha que cai, ver na noite mais do que a beleza da lua e das estrelas e, no dia, mais do que a perfeição de suas formas. Ah, senhora, eu preciso que a minha rosa continue vivendo porque se ela viver, o silêncio e a paz existirão.” Carlos Costa

Slide 4

“- O ser humano detém, por herança ou conquista uma gama de atributos e qualidades, cuja maior ou menor presença desenha-lhe o perfil: a coragem, o vigor, o talento, a riqueza, o prestígio, tudo aquilo, enfim, cuja presença ou ausência faz de um homem alguém amado, estimado ou admirado são fatores que o ser humano procura obter ou desenvolver para destacar-se diante de seus semelhantes”. Carlos Costa

Slide 5

"Havia naquela rosa algo mais do que a simples beleza, mas ninguém a entendia melhor do que o homem que a carregava. Talvez houvesse diferença entre a vida e a morte, entre o ontem e o hoje e, talvez, o amanhã; entre a luz e a sombra, enfim, entre a ordem e a desordem.” Carlos Costa

Slide 6

"- Olhe! Isso aqui não é simplesmente uma rosa. É a vida. Observe as pétalas da rosa, não são belas? Pois cada pétala dessas que você está vendo é um ano de vida que nós podemos ter. E esses espinhos, você sabe para que servem? É para defender-nos dos problemas da vida. A rosa é bela e frágil, como a vida , e precisa se defender. Se você tira o espinho da rosa, ela fica indefesa e morre. É como se nós ficássemos doentes e morrêssemos. Olhe bem aqui no centro da rosa! Está vendo essa última pétala, a bem do centro? Esta é nosso primeiro ano de vida.Temos que ser protegidos porque somos frágeis. Olhe esta outra pétala aqui no meio! Esta é a maior e está meio solta das outras. Esta é quando estamos na adolescência e entendemos a vida como só nossa. E é por isso que o adolescente é rebelde. Ele quer se soltar do centro da rosa...” Carlos Costa

Slide 7

"- Talvez eu a tenha arrancado de uma pedra. As belas flores estão nas paredes, só que os olhos não as veem porque os olhos não sabem ver aquilo que lhes parece impossível. E, para os olhos, uma flor na pedra não existe. Mas eu lhes afirmo que existe porque eu a encontrei. A pedra de onde eu tirei a minha flor é mais forte que todas as pedras que existem porque é uma pedra que nasce no coração das pessoas que não têm Alma.” Carlos Costa

Slide 8

"- Esta flor é alma, a vida. É bela e é frágil. E só é bela porque é frágil. Tudo o que é belo é frágil precisa de cuidados especiais. É como a Alma. As pessoas não entendem de Alma e por isso não a acham bela. Tudo o que as pessoas não entendem não lhes dão beleza.” Carlos Costa

Slide 9

"Os dias são como o sol: nasce, caminha e morre. E as pessoas só sentem falta do sol quando a chuva vem e elas reclamam que o sol não existe.” Carlos Costa

Slide 10

"A flor não é apenas uma rosa estática, soltando para dentro dos leitores. Investiga, sentencia nas nervuras das folhas, na maciez das pétalas, que representam anseios naturais, doutrinando o amor.” Carlos Costa

Slide 11

“Minha rosa pode ser tudo e também pode não ser nada. Mas, verdadeiramente, minha rosa é a vida real, é a busca desesperada de respostas, é a busca do tempo perdido, do tempo esquecido, dos valores esquecidos, do amor esquecido, da dor doída, do tudo, do nada.” Carlos Costa

Slide 12

Música -Corazon Solitário Ernesto Cortazar Imagens- Internet Formatação- Amélia Soares ameliaasoares-55@hotmail.com

Summary: O Homem da Rosa é um peregrino que tenta plantar a flor no coração dos homens. De aparência simples, envelhecido, barbudo e maltrapilho, segue com sua esplendorosa rosa imortal na esperança de poder entregar a flor a outras pessoas, para que ela floresça em seus corações.

Tags: o homem da rosa coração dos homens esperança buscando respostas indiferença amor sentimentos sonho delírio

URL:
More by this User
Most Viewed