Introdução a biologia

+36

No comments posted yet

Comments

Slide 2

Introdução a Biologia Biologia é a ciência que estuda a vida em seus mais variados aspectos e manifestações. O termo biologia é formado por duas palavras gregas: bios, vida e logos, estudo.

Slide 3

Características típicas dos seres vivos Apesar desta dificuldade em definir vida, os estudos a respeito dos variados tipos de seres vivos revelou que eles apresentam algumas características em comum. São elas: composição química, organização celular, presença de um metabolismo, excitabilidade, crescimento, reprodução, hereditariedade, variabilidade genética, seleção natural e adaptação.

Slide 4

Composição Química   A matéria viva é composta pelos mesmos tipos de elementos químicos que constituem a matéria não viva. Na constituição dos seres vivos, porém, predomina quantitativamente alguns elementos químicos. São eles: carbono (C), hidrogênio (H), oxigênio (O), nitrogênio (N), e em menor proporção fósforo (P) e enxofre (S).

Slide 5

Composição Química   Os elementos químicos encontrados na matéria viva geralmente se ligam formando moléculas de natureza inorgânica, como a água, e orgânica como, os carboidratos, lipídios proteínas e ácidos nucléicos. Os componentes orgânicos dos seres vivos é uma diferença marcante entre as matérias viva e não viva na natureza.

Slide 6

Organização celular   Em todos os seres vivos, exceto os vírus, as moléculas, especialmente as orgânicas, formam estruturas altamente organizadas chamadas células. Devido ao fato dos seres vivos serem formados por células, elas são consideradas a unidade fundamental da vida. No interior das células ocorrem todos os processos fundamentais a vida. Na natureza distinguem-se dois tipos estruturais de células. São elas: as células procarióticas e as células eucarióticas. As células procarióticas são relativamente mais simples do que as eucarióticas. São constituídas basicamente por uma membrana celular que envolve um citoplasma não compartimentalizado. As células eucarióticas são relativamente mais complexas que a as procarióticas, pois apresenta dentro dos limites da membrana celular, uma série de compartimentos, como as organelas celulares e o núcleo, locais que ocorrem processos específicos necessários a sobrevivência celular. Seres do grupo das bactérias são os únicos formados por uma célula procariótica, são denominados procariontes. Algas protistas, protozoários, fungos, vegetais e animais são formados por células eucarióticas, sendo considerados eucariontes. Há seres vivos que são formados por uma única célula como bactérias, protozoário e alguns fungos e algas, sendo denominados seres unicelulares. Outros, como os alguns fungos, vegetais e animais são formados por várias células, considerados, portanto, como multicelulares (pluricelulares).

Slide 7

Metabolismo   No interior celular ocorrem várias reações químicas que fornecem energia para a ocorrência dos processos celulares e que produzem e degradam os compostos que constituem a matéria viva. O conjunto destas reações é chamado metabolismo. O metabolismo celular é divido em metabolismo anabólico (anabolismo) e metabolismo catabólico (catabolismo). No anabolismo, substâncias complexas são produzidas a partir de substâncias mais simples. No Catabolismo, substâncias complexas são transformadas em substâncias mais simples. Os processos de fotossíntese e respiração celular aeróbica exemplificam bem as diferenças entre o anabolismo e o catabolismo. A fotossíntese produz a glicose (C6H12O6) a partir da reação entre o gás dióxido de carbono (CO2) e a água (H2O). Já a respiração degrada a glicose (C6H12O6) em gás dióxido de carbono (CO2) e a água (H2O).

Slide 8

Excitabilidade   Os seres vivos monitoram constantemente o ambiente em que vivem respondendo os estímulos ambientais. Este processo é chamado excitabilidade. Algas podem se deslocar em direção a luz, amebas em direção ao alimento, o girassol acompanha o movimento solar, um onça ao ver um veado inicia o comportamento de caça e o veado ao sentir o cheiro da onça inicia o comportamento de fuga. Mesmo no interior de um ser vivo este processo ocorre continuamente. Células do pâncreas reagem à elevação da glicose no sangue após uma refeição produzindo o hormônio insulina, que estimula a captação da glicose por várias células, corrigindo a glicemia.

Slide 9

Crescimento   A produção organizada de substâncias pelo metabolismo celular promove o crescimento dos seres vivos. Organismos unicelulares crescem pelo aumento do volume celular. Organismos multicelulares crescem pelo aumento do número de células. Quando indivíduos de uma mesma espécie, com idades equivalentes possuem tamanhos diferentes, isto é explicado pelo maior número de células nos maiores em relação aos menores. Portanto, pode-se dizer que existe um relação diretamente proporcional entre o tamanho de um organismo e o seu número de células. Esta relação é denominada lei da constância volumétrica ou lei de Driesch.

Slide 10

Reprodução   A reprodução é o processo pelo qual os seres vivos originam descendentes. A reprodução é um processo essencial a vida, visto que impede a extinção das espécies. Há dois tipos de reprodução nos seres vivos: a reprodução assexuada e sexuada. A reprodução assexuada (agâmica) ocorre através da divisão celular de uma ou mais células, sem envolver células gaméticas (gametas). A reprodução sexuada ocorre a partir de um zigoto (célula ovo), uma célula formada pela união de dois gametas. A fusão dos gametas que forma um zigoto é chamada fecundação.

Slide 11

Hereditariedade   A hereditariedade é o processo de transmissão das características contidas no material genético de um ser vivo durante o processo de reprodução.

Slide 12

Variabilidade genética   A variabilidade genética são as diferenças genéticas existentes entre os indivíduos de uma população (conjunto de indivíduos de uma mesma espécie). A variabilidade entre os organismos de uma população é fruto de processo de mutação, e no caso específico dos organismos de reprodução sexuada, dos processos de permutação gênica (crossing-over) que pode ocorrer durante a meiose e da recombinação gênica casual dos genes que ocorre na fecundação que forma o zigoto.   Seleção natural   Os indivíduos de uma população têm diferentes chances de sobreviver quando submetidos a uma mesma condição ambiental. A sobrevivência diferenciada dos seres de uma população é consequência direta de uma seleção ambiental agindo sobre a variabilidade genética dos seres vivos de uma população. A idéia de seleção natural foi proposta no século XIX pelos naturalistas Charles Darwin e Alfred Wallace.   Adaptação   As características dos seres vivos podem mudar entre as gerações, em virtude da ação da seleção natural do meio sobre a variabilidade genética populacional, selecionando as formas mais ajustadas as condições ambientais (sobrevivência dos mais aptos). Este processo de adaptação pode gerar novas espécies.

Slide 13

Níveis de organização dos seres vivos   A compreensão dos organismos é a unidade central dos estudos da biologia, mas para entender a vida em seus vários aspectos e manifestações é necessário estudar os seres níveis em seus vários níveis de organização. São eles: os átomos, as moléculas, as organelas, as células, os tecidos, os órgãos, os sistemas, os organismos, as populações, as comunidades biológicas, os ecossistemas e a biosfera.   Átomos   A matéria viva é formada por átomos, especialmente os de carbono (C), hidrogênio (H), oxigênio (O), nitrogênio (N), e em menores proporções por fósforo e enxofre.   Moléculas   As moléculas sãs feitas da ligação química dos átomos. A matéria viva é formada por moléculas de natureza inorgânica, como a água e orgânica, como os carboidratos, lipídios, proteínas e ácidos nucléicos.   Organelas   As moléculas orgânicas se organizam em estruturas celulares chamadas organelas celulares. As organelas são responsáveis por funções diversas do funcionamento celular. Mitocôndrias, lisossomos, cloroplastos são exemplos de organelas celulares. Células   A interação entre as organelas celulares forma a unidade básica dos seres vivos, as células. Todos os seres vivos são constituídos por células, exceto os vírus. Neurônios, células epidérmicas e musculares, são exemplos de células de um animal.   Tecidos Um conjunto de células trabalhando em funções semelhantes e coordenadas forma um tecido. Nos animais há quatro tipos de tecidos: o epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso.   Órgãos   Um conjunto de tecidos trabalhando juntos forma um órgão. O coração, o estômago, os olhos e pulmões são alguns dos órgãos encontrados no corpo humano.   Sistemas de órgãos   A união de diferentes órgãos relacionados com uma mesma função forma um sistema de órgãos. O sistema respiratório, formado pela cavidade nasal, faringe, laringe, traquéia, brônquios e pulmões é um exemplo de sistema de órgãos encontrado no corpo humano. Organismos   O organismo é o conjunto integrado de todos os sistemas de órgãos trabalhando para a manutenção da vida de um indivíduo.   Populações biológicas O conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que habitam uma mesma área forma uma população biológica. Comunidades   O conjunto formado por várias populações em interação forma uma comunidade biológica (biocinese).   Ecossistemas   Os membros de uma comunidade biológica interagem entre si e com o ambiente em que vivem, aproveitando condições de temperatura, umidade, luminosidade, salinidade, disponibilidade de nutrientes no solo, entre outros. As condições do ambiente são chamadas de biótopo. A interação entre a comunidade biológica e o biótopo resulta na formação de um ecossistema.   Biosfera   A união de todos os ecossistemas da terra forma o mais elevado nível de organização biológico, a biosfera.

Slide 14

Divisões da biologia   Para facilitar o estudo e proporcionar uma melhor compreensão dos vários processos da vida, a biologia foi dividida em várias ciências. São alguns exemplos:   Citologia: ciência que estuda as células. Histologia: ciência que estudas os tecidos. Botânica: ciência que estuda os vegetais. Zoologia: ciência que estuda os animais. Embriologia: ciência que estuda a formação e o desenvolvimento do embrião. Ecologia: ciência que estuda as relações entre os seres vivos em ambiente. Evolução: ciência que estudas as mudanças que ocorrem nas características dos seres vivos no decorrer do tempo. Virologia: ciência que estuda os vírus. Anatomia: ciência que estuda das formas dos órgãos. Fisiologia: Ciência que estuda as funções vitais de um organismo.

Slide 2

BIOLOGIA Bios Logos Vida Estudo Biologia é o Estudo da vida Biologia é a ciência que estuda a vida em suas variadas manifestações e aspectos

Slide 7

Reações que ocorrem no interior de uma célula para a obtenção de energia e matéria prima para produzir a estrutura celular. 2 tipos: Anabolismo Catabolismo

Slide 8

Capacidade de responder a estímulos

Slide 10

Processo de formação de novos indivíduos, garantindo a perpetuação das espécies. 2 tipos de reprodução: Assexuada Sexuada

Slide 11

Transmissão das características genéticas aos descendentes durante a reprodução

Slide 13

Átomos Moléculas Organelas celulares Células Tecidos Órgãos Sistemas Organismos Populações Comunidades Ecossistemas Biosfera Níveis de organização dos seres vivos

Slide 14

Divisões da Biologia Citologia: ciência que estuda as células. Histologia: ciência que estudas os tecidos. Botânica: ciência que estuda os vegetais. Zoologia: ciência que estuda os animais. Embriologia: ciência que estuda a formação e o desenvolvimento do embrião. Ecologia: ciência que estuda as relações entre os seres vivos em ambiente. Evolução: ciência que estudas as mudanças que ocorrem nas características dos seres vivos no decorrer do tempo. Virologia: ciência que estuda os vírus. Anatomia: ciência que estuda das formas dos órgãos. Fisiologia: Ciência que estuda as funções vitais de um organismo.

Slide 15

Questões para estudo Qual o significado literal da palavra biologia? No que a matéria constituinte dos seres vivos difere da matéria inanimada? Por que a célula é considerada a unidade fundamental da vida? Diferencie os vírus das outras formas de vida? Como são classificadas as células quanto a sua organização? Como são classificados os seres vivos quanto ao número de células que possuem? O que é metabolismo? Diferencie anabolismo de catabolismo. O que é reprodução? Qual a sua importância? Quais os tipos de reprodução? Defina hereditariedade, material genético e variabilidade genética.

Summary: Resumo da aula de introdução a biologia: características dos seres vivos.

Tags: faqbio biologia citología vida

URL: