constituição química 2011 - lipídios

+13

No comments posted yet

Comments

Slide 2

Lipídios Os lipídios são compostos orgânicos de natureza química diversa cuja principal característica é a insolubilidade em água e a solubilidades em solventes orgânicos. São exemplos de lipídios as gorduras, os óleos, os fosfolipídios, os pigmentos carotenóides (caroteno), os hormônios esteróides (estrógeno, progesterona e testosterona) e as ceras.

Slide 3

Funções dos lipídios Os lipídios desempenham várias funções nos seres vivos: Os óleos e gorduras armazenam energia. Os fosfolipídios realizam papel estrutural sendo um dos componentes das membranas celulares. Os carotenóides auxiliam na captura da energia celular. Os esteróides possuem função regulatória, constituindo a estrutura de hormônios e vitaminas. As gorduras no corpo dos animais funcionam como isolante térmico. Alguns lipídios que revestem os neurônios agem como isolante elétrico. Óleos e ceras podem ter ação impermeabilizante, repelindo a água.

Slide 4

Lipídios simples e complexos   Os lipídios são classificados em simples e complexos. Os lipídios simples são formados por alcoóis e ácidos graxos, contendo em suas moléculas somente os elementos carbono (C), hidrogênio (H) e oxigênio (O). São exemplos de lipídios simples: os glicerídeos, cerídeos, esteróides. Os lipídios complexos são formados por alcoóis, ácidos graxos e outros radicas, como o fosfato (fosfolipídios) e carboidratos (glicolipípidios).

Slide 5

Tipos de lipídios   Dependendo na da natureza do álcool presente no lipídio ele pode ser dos tipos: glicerídeo, cerídeo, esterídeo, carotenóide e fosfolipídios.

Slide 6

Os Glicerídeos   As gorduras e óleos são lipídios do grupo dos glicerídeos, também conhecidos como lipídios simples. Os glicerídeos são formados por uma molécula de glicerol ligada a três moléculas de ácidos graxos. Os óleos e gorduras são formados são compostos totalmente apolares (lipídios neutros), não possuindo afinidade com compostos polares como a água e os íons.

Slide 7

Diferença entre gorduras e óleos   A diferença química entre as gorduras e óleos é verificada nas cadeias de ácidos graxos. Glicerídeos com ácidos graxos de cadeia saturada (quando todas as ligações entre os átomos de carbono são simples) são considerados gorduras. As gorduras são relativamente rígidas, sendo sólidas em temperatura ambiental. As gorduras são encontradas em abundância no tecido adiposo animal. Na alimentação é a gordura aparente de carnes como a picanha e costela. Glicerídeos com ácidos graxos de cadeia insaturada (quando existe uma ou mais duplas ligações entre os átomos de carbono) são considerados óleos. Se o ácido graxo apresentar uma dupla ligação na sua cadeia é denominado monoinsaturado, se apresentar mais de uma dupla ligação é considerado poliinsaturado. Quanto mais duplas ligações ocorrerem nas cadeias de ácidos graxos destes lipídios, mais fluídos eles serão. Os óleos são geralmente líquidos a temperatura ambiente. Os óleos são comuns em vegetais. São extraídos de plantas como o milho, soja canola, oliveira, entre outros. As gorduras e óleos armazenam grande quantidade de energia em suas ligações. As plantas armazenam óleos em suas sementes (soja, azeitona, mamona, canola, milho e gergelim) para providenciar uma reserva energética aos filhos. O homem vem aproveitando da energia armazenada nas sementes vegetais para alimentação e mais recentemente na produção de biodiesel para sustentar a combustão de motores. Nos animais o excesso alimentar é armazenado no corpo na forma de gotículas de gorduras em suas células, podendo causar sobrepeso e uma série de problemas de saúde.

Slide 9

Os fosfolipídios   Os fosfolipídios são lipídios muito semelhantes aos triglicerídeos, mas diferem destes pela substituição de uma das cadeias de ácidos graxos por um grupo funcional contendo fosfato e colina. O grupo funcional adicionado ao glicerídeo possui natureza polar negativa e positiva, mas é muito pequeno comparado com o restante apolar da molécula. Podemos dizer que os fosfolipídios são uma molécula anfipática, pois possui uma porção polar (hidrofílica = gosta da água) e uma porção apolar (hidrofóbica = não gosta da água). Fosfolipídios não se misturam a substâncias polares como água, pois são predominantemente apolares. Mas sua parte polar (radical) interage com água, enquanto a porção apolar interage entre si. Quanto em meio aquoso o arranjo resultante destas interações pode ser a formação de micelas ou de uma bicamada lipídica.

Slide 10

Cerídeos   Os cerídeos (ceras) são lipídios também constituídos por um álcool ligado a cadeias de ácidos graxos, mas o álcool não é o glicerol. O álcool das ceras é de cadeia muito longa, podendo ter até 60 carbonos na sua cadeia. São exemplos de cerídeos: o sebo que impermeabiliza o pelo dos mamíferos, a secreção que aves revestem suas penas, a cerúmen que reveste o canal auditivo, a cera que reveste a superfície brilhante das folhas de alguns vegetais, a cera que as abelhas constroem seus favos para armazenar mel. A estrutura química dos cerídeos confere as ceras uma alta impermeabilidade e resistência. São compostos químicos de difícil digestão no reino animal.

Slide 11

Os carotenóides   Os carotenóides são lipídios muito distintos quimicamente dos triglicerídeos e fosfolipídios. São formados por uma série de moléculas de isopropeno modificadas. É um exemplo de carotenóide o β-caroteno. Os carotenóides são pigmentos fotossintéticos (absorvem luz), desempenhando função fotossintética nos vegetais. Possuem cor laranja, amarela ou vermelha. Os carotenóides são responsáveis pelas cores da cenoura, dos tomates, das abóboras, da gema do ovo e da manteiga. Nos animais o β-caroteno é precursor de moléculas de vitamina A. Esta vitamina é precursora da rodopsina, um pigmento que age na visão.

Slide 12

Os esteróides   Os esteróides são lipídios semelhantes aos carotenóides, por também seres formados pela modificação de várias moléculas de isopropeno. São exemplos de esteróides: o colesterol, a testosterona, o estrogênio e cortisol. O colesterol é um lipídio esteróide muito versátil nos animais. Possui função estrutural, fazendo parte da estrutura das membranas celulares das células animais. Nos animais vertebrados o colesterol é precursor de várias moléculas sinalizadoras, conhecidas como hormônios esteróides (testosterona, estrogênio, progesterona e cortisol). A degradação contribui para a formação da bile. No corpo dos animais o colesterol é produzido no fígado (colesterol endógeno) e adquirido a partir da alimentação de produtos de origem animal (colesterol exógeno), como carnes gordurosas, ovos e manteigas. O excesso na ingestão de colesterol é danoso a saúde, pois ele pode ser conduzido pelo sangue até as paredes de artérias, causando arteriosclerose e infartos cardíacos. O colesterol, como todo lipídio, é um composto insolúvel em água. Para serem transportados no sangue, uma solução aquosa, se ligam a moléculas protéicas transportadoras: o LDL e HDL. O colesterol conjugado ao LDL é transportada na forma do intestino (colesterol exógeno) e do fígado (colesterol endógeno) até vários tecidos, inclusive a parede de artérias, causando sérios danos ao corpo. O colesterol conjugado ao HDL é transportado do sangue até o fígado e transformado em componente da bile e eliminado pelo intestino na forma de fezes. Por isto, o HDL é chamado de “colesterol bom” e o HDL de “colesterol ruim”.

Slide 1

Os lipídios

Slide 2

Os lipídios Os lipídios são compostos orgânicos variados, cuja principal característica é a insolubilidade em água e a solubilidade em solventes orgânicos. Exemplos: Gorduras Óleos Lipídios das membranas celulares Pigmentos carotenóides (β-caroteno e vitamina A) Hormônios esteróides (estrógeno, progesterona, testosterona e vitamina D) Ceras.

Slide 3

Funções dos lipídios Energética (óleos e gorduras). Produzem calor (gordura marrom). Forma as membranas celulares (fosfolipídios e colesterol*). Pigmentos fotossintetizantes (carotenóides). Função regulatória (hormônios esteróides e vitaminas). Isolante térmico (glicerídeos da pele). Isolante elétrico de neurônios (fosfolipídios). Impermeabilizantes (ceras). ...

Slide 4

Classificação dos lipídios Simples (álcool + ácidos graxos) Complexos (álcool + ácidos graxos + outro radical) Radical C H O C H O e outros elementos como N e P

Slide 5

Tipos de lipídios Tipos de lipídios Glicerídeos (óleos e gorduras) Fosfolipídios (lipídios da membrana) Cerídeos (ceras) Carotenóides (Caroteno e vitamina A) Esterídeos (colesterol e hormônios esteróides)

Slide 6

Lipídios: Glicerídeos 3H2O Glicerol (álcool de 3 C) 3 moléculas de ácidos graxos Ligação éster A síntese de um éster ocorre por reação de condensação Lipídios simples Lipídios neutros (apolares) Função energética São armazenados no tecido adiposo Glicerídeo (Triglicerídeo)

Slide 7

Glicerídeos: Gorduras e óleos Gordura (Triglicerídeo saturado) Óleo (Triglicerídeo insaturado) Ácido graxo com todas as ligações simples entre os átomos de carbono Gorduras são sólidas em temperatura ambiente Ácido graxo com uma (monoinsaturados) ou mais duplas ligações (poliinsaturados) entre os átomos de carbono Óleos são líquidos em temperatura ambiente Hidrogenização desidrogenização

Slide 8

Glicerídeos Forma cis Forma trans É biologicamente utilizável Não é biologicamente utilizável mas é estocado (obesidade) Processos industriais

Slide 9

Lipídios: Fosfolipídios Fosfato Colina Glicerol Ácido graxo insaturado Ácido graxo saturado Cabeça (Região polar) (Região hidrofílica, tem afinidade com a água) Cauda (Região apolar) (Região hidrofóbica, não tem afinidade com a água) A dupla camada lipídica das membranas celulares é uma consequência das propriedades químicas dos fosfolipídios Estrutura e propriedades químicas dos fosfolipídios Água (Polar) Água (Polar) Bicamada lipídica Célula Membrana celular São lipídios complexos

Slide 10

Lipídios: Cerídeos Estrutura e propriedades químicas dos cerídeos A cadeia de ácidos graxos dos cerídeos é muito longa e insaturada (altamente impermeabilizante) Álcool com cadeia longa

Slide 11

Lipídios: Carotenóides Estrutura do β-caroteno Vitamina A Vitamina A A vitamina A é precursor do rodopsina, uma substância sensível a luz nos olhos do vertebrados. A carência desta vitamina provoca cegueira noturna.

Slide 12

Lipídios: Esteróides Colesterol (função estrutural nas membranas celulares) Progesterona (Hormônio que mantém a gravidez) Estradiol (Hormônio sexual feminino) Testosterona (Hormônio sexual masculino)

Slide 13

Carnes Ovos Leite Os glicerídeos e o colesterol no corpo humano Tecido adiposo Fígado (hepatócitos) Tecidos variados Artéria (aterosclerose) Vasos sanguíneos intestino Fígado Vesícula biliar Quilomí- crons Acetato Testosterona Cortisol Estrógeno Vitamina D Acetato LDL HDL LDL 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Sais biliares 10

Slide 14

Os glicerídeos e o colesterol no corpo humano 1 Alimentos de origem animal fornecem colesterol e glicerídeos; alimentos de origem vegetal fornecem glicerídeos (colesterol exógeno) 2 Colesterol e glicerídeos são absorvidos no intestino para os vasos sanguíneos em quilomícrons. 3 Quilomícrons circulam pelo sangue. 4 Quilomícrons levam os glicerídeos até o tecido adiposo (ganho de peso) 5 Quilomícrons levam o colesterol para o fígado. No fígado o colesterol exógeno e o endógeno são em sua maior parte transformados em sais biliares. 6 Sais biliares são armazenados na vesícula biliar e serão utilizados para facilitar a digestão dos lipídios no intestino. 7 O colesterol em excesso no fígado é ligado ao VLDL , secretado no sangue onde se transforma em LDL. 8 O LDL transporta o colesterol para vários tecidos para reparar membranas celulares, ser convertido em glicose ou se transformar em várias substâncias necessárias a função celular. O LDL pode transportar o colesterol para artéria danificadas e contribuir para a aterosclerose. (LDL = “colesterol ruim”). 10 O excesso de colesterol nos tecidos pode ser devolvido ao fígado pela HDL (“colesterol bom”). 9

Slide 15

Refrão Refrão Refrão Refrão Refrão Para ouvir http://youtu.be/Z6gbONV2jMk

Slide 16

Questões para estudo Defina lipídios e quais são os principais tipos de lipídios? Como é a molécula de um glicerídeo? Qual a diferença entre óleos e gorduras? Exemplifique. O que é gordura trans? O que são lipídios esteróides? Exemplifique. O que são as substâncias conhecidas como lipídios e esteróides e qual sua função? O que são cerídeos? Exemplifique. O que são fosfolipídios? Qual a sua importância? Exemplifique. Faça uma relação das principais funções dos lipídios? O que é LDL e HDL e qual as suas funções?

Summary: Resumo de aula sobre constituição química dos seres vivos, os lipídios

Tags: faqbio constituição quimica biologia marco nunes

URL: