Locomoção

+48

No comments posted yet

Comments

Slide 1

Locomoção EB 23 José Ferreira Pinto Basto Paula Agualuza – Ciências 2011/2012 Luísa Cardoso Furão nº20 5ºA Margarida Parracho Pereira nº22 5ºA Miguel Nogueira Ribau nº30 5ºA João Henrique de Oliveira Isidoro nº29 5ºA

Slide 2

Locomoção (introdução) 2 Funções da locomoção 3 Locomoção no Solo 4 - 8 Locomoção na Água 9 – 14 Locomoção no Ar 15 – 18 Curiosidades 19 Conclusão 20 Glossário 21 Bibliografia 22 Fim 23 Sumário

Slide 3

A maioria dos animais tem a capacidade de se deslocar no ambiente que se chama Locomoção . Os músculos são os responsáveis pelo movimento dos animais, devido à sua elasticidade e à capacidade de contração e distensão. Contração - quando um músculo se contrai, fica mais curto e mais volumoso. Distensão - quando um músculo se distende, alonga-se e diminui de volume, recuperando a forma que tem em repouso 2

Slide 4

3 Funções da locomoção Reproduzir-se; Procurar alimento; Procurar abrigo; Fugir dos predadores; Encontrar melhores condições climáticas

Slide 5

Locomoção no solo Marcha (locomoção lenta) Plantígrados (Homem, urso) 4 Apoiam a planta do pé

Slide 6

Locomoção no solo Corrida (locomoção rápida) Ungulígrados (cavalo, zebra) Apoiam apenas o último osso do dedo, a falange (protegida por um casco) 5

Slide 7

Locomoção no solo Corrida (locomoção rápida) Digítigrados (cão, gato) Apoiam apenas os dedos 6

Slide 8

Locomoção no solo Reptação (minhoca, cobra, lagarto) Rastejam, apoiando o ventre no solo. Têm membros curtos e laterais ou não têm membros (apodes). 7

Slide 9

Locomoção no solo Salto (sapo, canguru) Animais que se deslocam dando saltos – têm os membros posteriores longos e em forma de Z. No Salto, funcionam como uma mola. 8

Slide 10

Locomoção na água vídeo Adaptações dos peixes à natação Forma hidrodinâmica (fusiforme) Corpo coberto por escamas – orientadas de frente para trás (para reduzir a resistência da água ao movimento), sobrepostas como as telhas de um telhado e cobertas por um líquido viscoso produzido pela pele 9

Slide 11

Locomoção na água Barbatanas dos peixes Barbatanas ventrais 1-Barbatana dorsal - Mantém a estabilidade 2-Barbatana caudal - Provoca o impulso para a frente 3-Barbatana anal - Mantém a estabilidade 4-Barbatanas ventrais - Orientam a direção do movimento 5-Barbatanas peitorais - Produzem movimentos verticais 1 2 3 5 4 10

Slide 12

Adaptações dos mamíferos à natação Locomoção na água . Corpo fusiforme – forma hidrodinâmica (golfinho, baleia) . Membros anteriores transformados em barbatanas - permitem ao animal rodopiar 11 . Cauda transformada numa barbatana caudal horizontal  – move-se para baixo e para cima facilitando a deslocação na água

Slide 13

Locomoção na água Adaptações dos anfíbios e aves aquáticas à natação (rã, gaivota, pato) . Dedos dos membros posteriores ligados por uma membrana que parece um remo – membrana interdigital. Vídeo 12

Slide 14

13 Locomoção na água Adaptações dos invertebrados (medusa, lula, polvo, estrela do mar) . Propulsão – Contrai o corpo e expulsa a água do interior do corpo (lula, polvo) . Tentáculos cheios de ventosas (polvo) Vídeo (Polvo)

Slide 15

14 Adaptações dos invertebrados (medusa, lula, polvo, estrela do mar) Locomoção na água Massa Ventral (pé) que contrai e permite que o animal rasteje (lapa, mexilhão, ameijoa) Pés ambulacrários com ventosas – tubos internos cheios de água (estrela do mar e ouriço-do-mar) Invertebrados que não se deslocam (esponjas e corais)

Slide 16

Locomoção no ar Adaptações das aves ao voo Corpo aerodinâmico – forma de fuso, alongado e com as patas para trás Penas – cobertura do corpo, dando-lhe proteção e facilita-lhe o voo Asas – membros anteriores 15

Slide 17

Locomoção no ar Ossos Ocos – ossos longos, delgados que tornam o corpo mais leve. Quilha – transformação do esterno, onde se inserem músculos fortes Sacos aéreos – dão mais leveza ao corpo. Estão ligados aos pulmões. Vídeo Adaptações das aves ao voo 16

Slide 18

Locomoção no ar Adaptações dos insetos ao voo Músculos fortes ligados ao exosqueleto Asas membranosas reforçadas com nervuras de quitina 17

Slide 19

Locomoção no ar Adaptações dos mamíferos ao voo Os únicos mamíferos voadores são os morcegos . Ao contrário dos insetos os morcegos têm uma membrana alar que liga os membros posteriores à cauda. 18

Slide 20

19 Curiosidades O panda-vermelho nome cientifico: Ailurus fulgens Curiosidade: cauda comprida felpuda e um andar gingado devido ao encurtamento dos membros dianteiros. video

Slide 21

Conclusão Todos trabalhamos bem. Dividimos bem as tarefas. Todos cumprimos os nossos deveres. Gostámos do tema escolhido e encarámo-lo sem dificuldades! Esperamos que este trabalho tenha sucesso e que ajude as pessoas. Ao fazer este trabalho, divertimo-nos e recordámos a matéria! 20

Slide 22

Elasticidade – que é elástico, que estica. Exosqueleto – estrutura externa que suporta o corpo de alguns invertebrados Nervuras – ligaduras fortes ramificadas nas asas dos insetos Quitina – estrutura forte que faz com que as asas dos insetos não se partam Sobrepostas – umas em cima das outras Viscosos – peganhento; que se cola Glossário 21

Slide 23

Pesquisas: Livros: Isabel Caldas e Isabel Pestana, Ciências da Natureza 5ºano, Santillana Internet: http://ebjfpbciencia.blogspot.com (Paula Agualuza) Google Imagens http://apoiocnat.blogspot.com/2010/10/locomocao-dos-animais.html http://pt.wikipedia.org/wiki/Panda-vermelho Bibliografia 22

Slide 24

Fim

URL:
More by this User
Most Viewed