A Criação do Universo

+3

No comments posted yet

Comments

Slide 1

A Criação do Universo Hoje é segunda-feira, 2 de julho de 2012 Agora mesmo são 13:47 h. Estudo com base em diversos livros e pesquisas Formatação Helio Cruz Música: Chariots of fire-Vangelis Avanço manual

Slide 2

Quando se fala em definir Universo, a resposta parece ser simples demais. Universo é o conjunto de planetas, estrelas, sóis e espaços existentes no cosmo. No entanto, ele é muito mais do que isto. O Universo é tudo. Temos que incluir nele todos os elementos que conhecemos como, por exemplo, um livro, suas letras, o papel, quem está lendo, todos somos o Universo. Somos apenas parte dele, mas somos Universo. Qualquer elemento que exista que não tivesse sido criado levaria a algo diferente do que temos hoje e, portanto, afetaria o Universo como conhecido.

Slide 3

Como se deu a formação do Universo e como começou a vida na Terra? O ser humano ainda não tem condições para conhecer inteiramente o princípio das coisas, porque não está suficientemente desenvolvido intelectual e moralmente para isso. À medida que progredir, com seus estudos e pesquisas, irá descobrindo e entendendo melhor as leis e princípios da Natureza, conseguindo formular teorias mais próximas da verdade a respeito da formação do Universo e do surgimento dos seres.

Slide 4

Além das descobertas que fizer por si mesma, a Humanidade também poderá receber revelações espirituais a esse respeito, como já ocorreu no passado, dosadas ao seu grau de evolução. Assim, aos poucos, irá sendo levantado o véu que, por enquanto, nos encobre os mistérios da Criação, a grande obra da vontade divina.

Slide 5

CIÊNCIA X RELIGIÃO A briga é entre o Livro do Gênesis, da Bíblia, e o Livro A Origem das Espécies, de Charles Darwin. EVOLUCIONISMO X CRIACIONISMO De um lado, religiosos. De outro, toda uma comunidade científica se aprofundando sobre a questão da formação do Universo, do planeta Terra e dos seres vivos.

Slide 6

O QUE A CIÊNCIA DIZ A ciência humana não cogita de um Deus Criador e, portanto, não considera o Universo uma Criação Divina. Seu ponto de vista é materialista e agnóstico, mas procura entender o princípio das coisas, através de diferentes estudos, tais como: estudo da constituição e movimento dos astros; estudo da constituição física da Terra; estudo do homem e dos grupos humanos; estudo dos fósseis, tanto de animais como de vegetais.

Slide 7

Algumas das principais conclusões da ciência sobre a formação do Universo e a vida existente na Terra: O Universo teria resultado de uma grande explosão (a teoria do Big-Bang); A formação da Terra se iniciou há bilhões de anos, em processos que se estenderam por largos períodos e eras; A vida se manifestou na Terra em forma primária e em épocas muito remotas, evoluindo, depois, para seres mais organizados; A espécie humana foi a última a surgir, há pelo menos 1.750.000 anos.

Slide 8

Como surgiu? Um ramo da linhagem dos antropomorfos apresentou evolução diferente, dando origem ao “Homo Sapiens”. Por quê? A Ciência não tem explicação para isso. Haveria um “Elo perdido” na escalada da evolução dos seres. Onde? Em vários pontos do globo e em épocas diferentes, mas constituindo sempre uma mesma espécie, embora a diversidade de raças.

Slide 9

O QUE A BÍBLIA DIZ Segundo a Bíblia, a origem do homem e do Universo está no Criacionismo, conforme relato do livro Gênesis, que traz em seu primeiro capítulo a história da Criação. Ali se afirma que tudo foi criado por Deus, tanto o sol como a lua, as estrelas, a Terra com suas plantas e animais e, por fim, a espécie humana. E essa Criação foi feita por um ato da vontade de Deus, em apenas seis dias.

Slide 10

A Bíblia sustenta que Adão, o primeiro homem, foi feito do pó da terra e Eva, a mulher, de uma de suas costelas, e que desse casal descenderia toda a Humanidade. A data provável dessa Criação teria sido 4.000 anos antes de Cristo. Ainda segundo a Bíblia, a Terra era sem forma e vazia, e havia trevas sobre a face do abismo. E disse Deus: haja luz, e houve luz.

Slide 11

Para alguns teólogos, o planeta teria em torno de 6.500 anos. Para os cientistas, a média seria de cinco bilhões de anos. Hoje não há dúvida sobre o tempo de existência. As técnicas radiológicas mostram-nos que é impossível uma idade tão curta para o planeta como querem afirmar os Criacionistas.

Slide 12

NOSSO COMENTÁRIO A esta história bíblica da Criação dos céus, da Terra, dos animais, do homem, da mulher, dá-se o nome de Criacionismo, ou seja, para toda Criação houve um Criador. Segundo os historiadores, até o século XIX o relato bíblico era a única explicação para o surgimento do planeta e de tudo que há nele, embora já houvesse na época ocorrido algumas manifestações contrárias a essa forma de pensar.

Slide 13

Antes do inglês Charles Darwin, outros cientistas já haviam destacado que os seres vivos mudam ao longo do tempo. Porém, Darwin, que fez observações de fósseis, plantas e animais durante uma viagem ao redor do mundo, foi o primeiro a propor uma explicação lógica para a evolução. Daí nascia a visão científica do aparecimento do homem e de todos os animais, o Evolucionismo. Isto em 1859, com a publicação do livro “A origem das espécies”. Segundo Darwin, os seres vivos evoluíram ao longo dos anos dando origem ao homem, aos animais e às plantas.

Slide 14

Da parte dos Criacionistas, a Igreja Católica, desde 1996, já aceita a evolução das espécies como mais do que uma hipótese. Em suas novas interpretações teológicas dos textos bíblicos, os estudiosos não mais encontram contradição na visão evolucionista. Hoje ela prega que a história bíblica da criação é uma alegoria que deve ser discernida pelas luzes da Ciência. Santo Agostinho já dizia: “Deus criou todas as coisas em estado potencial”, ou seja, de semente. Então, o criacionismo restringe-se, nos dias de hoje, à concepção dos evangélicos.

Slide 15

De acordo com o projeto genoma, a evolução não é mais uma teoria. Através do estudo do DNA, a molécula nas células de todos os seres vivos que armazenam o código hereditário, consegue-se mensurar o grau de parentesco entre espécies.

Slide 16

O QUE DIZ O ESPIRITISMO O Espiritismo compreende as coisas de uma forma diferente. É Criacionista: admite um Deus Criador e o separa da sua Criação. Discorda do Panteísmo, sistema filosófico que identifica a divindade como o mundo e segundo o qual Deus é o conjunto de tudo. É Evolucionista. Admite as transformações progressivas. “Ou o Espiritismo caminha com a Ciência, ou não sobreviverá” (Allan Kardec).

Slide 17

Concorda com a Ciência apenas em parte; porque a Ciência fala somente da evolução nos seres corpóreos, e o Espiritismo afirma a evolução também para os Espíritos que animam esses seres. Dois são os elementos gerais do Universo, criado por Deus: O princípio inteligente. É dele que se originam, por processo evolutivo, todos os seres espirituais. E o Fluido Cósmico Universal, que é a matéria primitiva, em seu estado mais elementar. Em suas modificações e transformações, dá origem à inumerável variedade dos corpos da Natureza.

Slide 18

O espaço universal é infinito e nele não existe o vazio, pois está todo preenchido pelo fluido cósmico universal em seus diferentes estados. O Espírito atua sobre o fluido cósmico universal em seus diferentes estados, produzindo com isso variados efeitos. Aliás e a propósito, onze anos depois do seu descobrimento, ainda não está claro para os cientistas o que é a energia escura, força misteriosa que viola leis naturais e desafia a ciência.

Slide 19

Essa misteriosa força, que compõe até 70% do Universo, o restante é matéria, e o faz se expandir em velocidade acelerada, é um dos grandes enigmas cósmicos, um desafio para astrônomos e físicos. A energia escura é uma propriedade do espaço vazio. Einstein deu uma ferramenta para que se entendesse isso: a chamada constante cosmológica, ou seja, a idéia de que o vácuo conteria energia.

Slide 20

Sobre a evolução diferente que um ramo da linhagem dos antropomorfos apresentou e a Ciência não soube explicar, o Espiritismo esclarece: o “elo perdido” não será encontrado na matéria, porque a causa dessa transformação não se deu na matéria mas no Espírito; ocorreu pelo desenvolvimento do elemento espiritual (alcançado pelo próprio indivíduo ou graças à interferência de Espíritos Superiores) vindo a repercutir na formação de novos corpos.

Slide 21

CONCLUSÃO: Se não entendermos a Criação Bíblica simbolicamente, haverá incoerências difíceis de aceitar, tais como: Adão e Eva eram os primeiros seres humanos e tinham dois filhos: Caim e Abel (outros filhos somente nasceram mais tarde); quando Caim matou Abel, foi expulso do Éden (Paraíso), indo morar ao leste.

Slide 22

Mas Caim tinha medo de ser morto (“quem comigo se encontrar me matará”); por quem, se não havia ainda outras pessoas além dele? Nessa outra região, veio a se casar; com quem? E estava construindo uma cidade; para quem? Só para ele e sua família? Do ponto de vista espírita, o nome Adão pode ser um símbolo.

Slide 23

Portanto, o Universo (ação dos elementos universais) é inteligente porque é obra de Deus, a inteligência suprema do Universo; é justo, porque foi gerado pela justiça perfeita; é amoroso, porque sua fonte é o amor sublime. Conhecendo a menor partícula universal e seus atributos, podemos, então definir completamente o Universo: o amor de Deus (causa primária de todas as coisa) em ação. Este é o conhecimento que o universalista e o espiritualista têm sobre as coisas (pessoas, acontecimentos e objetos). Muita paz!

Summary: Mensagem Espírita

URL: