apresentação refeita

+3

No comments posted yet

Comments

Slide 1

O vídeo na sala de aula Prof° Eduardo Nery

Slide 2

Quebrando paradigmas O vídeo se popularizou nas salas de aula. E porque não usá-los nas aulas de matemática?

Slide 3

Nossos alunos estão cada vez mais “antenados” nas novas tecnologias e devemos nos adequar a isso. Nossas aulas precisam ganhar mais dinamismo. Nada melhor que inserir vídeos em nossas aulas. Mas de que forma?

Slide 4

Assistir a filmes: Selecionar filmes relacionados aos conceitos científico e matemático. Pode-se assistir parte do filme e discutir alternativas para solucionar o problema apresentado. Também é possível realizar debates, júri simulado ou elaborar tarefas relativas aos conteúdos.Filmes fazem interdisciplinaridade rimar com possibilidade: de motivar os alunos, de aplicar conhecimentos adquiridos em sala de aula e de relacionar informações obtidas em diferentes disciplinas. Uma possível solução

Slide 5

Assistir a filmes: Selecionar filmes relacionados aos conceitos científico e matemático. Pode-se assistir parte do filme e discutir alternativas para solucionar o problema apresentado. Também é possível realizar debates, júri simulado ou elaborar tarefas relativas aos conteúdos.Filmes fazem interdisciplinaridade rimar com possibilidade: de motivar os alunos, de aplicar conhecimentos adquiridos em sala de aula e de relacionar informações obtidas em diferentes disciplinas.

Slide 6

Atenção! Mesmo com todo o fascínio que os recursos audiovisuais causam, é preciso cuidado.

Slide 7

Dicas Não tornar o vídeo enfadonho; O vídeo não deve substituir a figura do professor nem ser apresentado sem uma conexão com o que está sendo trabalhado; Deve ser motivador; Pode abordar o resumo do conteúdo a ser trabalhado.

Slide 8

Manuseio do vídeo O vídeo deve ser visto várias vezes antes de ser apresentado, para evitar surpresas desagradáveis com som e imagem; Durante a apresentação, deve-se pausar o vídeo e estimular os alunos a reflexão; Ao término, abrir o debate para a turma e ser apenas mediador.

Slide 9

Professor ouvinte É preciso que o professor esteja muito atento aos estímulos da turma. Eles vão dar dicas se estão gostando ou não do vídeo apresentado. Mostre interesse e conhecimento sobre o que está sendo mostrado. Aponte os aspectos mais instigantes do vídeo.

Slide 10

Realidade Na escola onde ensino, os vídeos em sala de aula já são uma realidade. Percebo que os alunos se estimulam mais, apesar de terem a sensação de que as aulas dadas dessa forma são apenas por “diversão”. Infelizmente as exatas estão um passo atrás.

Slide 11

Para pensar A educação faz com que as pessoas sejam fáceis de guiar, mas difíceis de arrastar; fáceis de governar, mas impossíveis de escravizar. (Henry Peter)

Slide 12

FONTES ALVES, cândida. Cem aulas sem tédio: sugestões atuais, práticas, dinâmicas e interdisciplinaridades para o professor de matemática Site da secretaria de educação do Rio Grande do Sul Textos da midiateca 4, em especial o texto do professor José Moran.

Summary: uso do video em sala de aula

URL:
More by this User
Most Viewed
Previous Page Next Page
Previous Page Next Page