EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS tv

+30

No comments posted yet

Comments

Slide 1

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Aprendizagens ao longo da vida

Slide 2

Garantia do direito dos jovens e adultos à Educação Básica Dever do estado; Especificidades deste tempo humano: Educação de adultos Educação popular; Formação humana plena, levando em conta a vida, o trabalho e a sobrevivência; Pedagogia crítica – dever político (formação da consciência crítico-reflexiva e autônoma) Fazer coletivo - diálogo

Slide 3

Sujeitos de Direitos da EJA Jovens (a partir de 18 anos), adultos e idosos; Vivência concreta: econômica (trabalhadores) Social: organizações, igreja, etc Familiar: pais, mães, avós...

Slide 4

“Os jovens-adultos populares não são acidentados ocasionais que, gratuitamente, abandonaram a escola. Esses jovens e adultos repetem histórias longas de negação de direitos. Histórias que são coletivas. As mesmas vivenciadas por seus pais e avós, por sua raça, gênero, etnia e classe social.” Miguel Arroyo

Slide 5

TEMPOS FORMATIVOS Aprender a ser Aprender a conviver Aprender a fazer

Slide 6

APRENDER A FAZER: EIXOS TEMÁTICOS VI – Globalização, cultura e conhecimento VII – Economia solidária e Empreendedorismo

Slide 7

GLOBALIZAÇÃO, CULTURA E CONHECIMENTO A sociedade globalizada O conhecimento como instrumento de poder e inserção social Informação ou conhecimento? A escola como espaço de socialização e do conhecimento

Slide 8

ECONOMIA SOLIDÁRIA E EMPREENDEDORISMO A economia à serviço da vida O coorporativismo como prática solidária Agricultura familiar Desenvolvimento auto-sustentável e geração de renda

Slide 9

Perfil do educador da EJA Formação acadêmica ou em serviço; Conhecer a comunidade; Movimentos populares; Princípios da Educação popular; Construir o PPP, enfatizando a EJA; Prática dialógica: saberes da vida x escolares; Respeitar a diversidade como elemento pedagógico; Projetos de intervenção na realidade sócio-político-cultural

Slide 10

Estrutura Curricular Posturas afirmativas, coletivamente construídas e olhares menos escolarizados pois a EJA não deve ser comparada a um suposto modelo ideal de escolarização; Mudança de paradigma – formação não mais por disciplinas, mas por áreas do conhecimento, para explicar as questões sociais Aquisição/construção de material didático específico para a EJA

Slide 11

Orientações para o Percurso de Aprendizagem Procurar referências na Educação Popular; Utilizar o diálogo como mediação; Valorizar as experiências de vida; Estimular a participação ativa e a autocrítica Produção diária como norteadora da prática Reorientação da aprendizagem/novas alternativas Recolher e corrigir atividades, sem riscos para não desqualificar o trabalho, respeitando a autoria; Registros bimensais

Slide 12

“...indicamos que não haja retenção dos educandos(as) entre os eixos temáticos, salvo se a frequência for insuficiente a ponto de inviabilizar o acompanhamento do percurso formativo pelo educador. Neste caso, o(a) educando(a) poderá retomar o processo do ponto que parou.”

Slide 13

É NA COMUNHÃO QUE CONSTRUIREMOS ESTE NOVO E MAIS HUMANO PROCESSO FORMATIVO

Summary: Apresentação do projeto de reestruturação da EJA - Bahia

URL:
More by this User
Most Viewed