Experimentoteca para o Ensino Médio2009_sem foto

0

No comments posted yet

Comments

Slide 1

Experimentoteca em Física para o Ensino Médio na PUC-SP Profas Marisa Almeida Cavalcante Cristiane Rodrigues Caetano Tavolaroo Blogs: Experimentoteca na PUC/SP Iniciação Científica Junior na PUC/SP – Piloto Iniciação Científica Junior na PUC/SP em parceria com a INTEL Site Gopef Apresentação disponível em http://experimentoteca.blogspot.com/2009_07_01_archive.html Workshop “Laboratório de Ciências” MEC/SEED 10 de Julho de 2009

Slide 2

O que é Experimentoteca? EXPERIMENTOTECA É um Laboratório de Ciências desenvolvido pelo Centro de Ciências de Divulgação Cientifica e Cultural – CDCC da USP/SP. São Kits que contem 10 conjuntos idênticos de experimentos e roteiros correspondentes e alguma orientação para o professor – portanto pode atender a 10 grupos de alunos (cada grupo com 4 alunos). Funciona como uma biblioteca – o professor retira o kit aplica na escola e devolve. Página do CDCC http://cdcc.sc.usp.br/

Slide 3

Locais onde a Experimentoteca para o Ensino Fundamental já é utilizada. É sediada em Centros de Ciências, Prefeituras Municipais, Institutos Universitários que mantém convênio com autoridades educacionais, Parques de Tecnologia ou Clubes de Ciência. Um mesmo acervo atende simultaneamente de 20 a 30 escolas e mais de 4000 alunos por ano podem usá-lo .

Slide 4

EXPERIMENTOTECA PARA O ENSINO MÉDIO Foi elaborado um projeto com auxilio de recursos da FAPESP: “Instrumentação para o Ensino das Ciências da Natureza e da Matemática” coordenado pelo prof. Dr. Dietrich Schiel desenvolvido pelo Centro de Ciências de Divulgação Cientifica e Cultural – CDCC da USP/SP no período de 2002 a 2005. Entre outros objetivos: atender aos PCNs. A PUC/SP através do GOPEF – Grupo de Pesquisa em Ensino de Física trabalhou em parceria no desenvolvimento do kit de Ótica Física Resultado: doação dos kits de Física.

Slide 5

O que é Experimentoteca? COMPOSIÇÃO DOS KITS DA EXPERIMENTOTECA PARA O ENSINO MÉDIO Os Kits experimentais de Física desenvolvidos pela equipe da EXPERIMENTOTECA e que foram doados ao Departamento de Física da PUC/SP são os seguintes: KIT 1 - Mecânica I - Pasta complementar:SAM KIT 2 - Mecânica II KIT 3 - Termologia: Calorimetria KIT 4 - Reflexão e Refração da Luz KIT 5 - Lentes e Espelhos Esféricos KIT 6 - Ótica Física KIT 7 - Eletricidade: Fontes e Multímetros KIT 8 - Cuba Eletrolítica KIT 9 - Eletricidade: Circuitos Elétricos KIT 10 - Magnetismo e Eletromagnetismo Observação: O KIT 10 é o mesmo utilizado para o Ensino Fundamental para o estudo de magnetismo e eletromagnetismo e não foi doado a PUC-SP Página do CDCC http://cdcc.sc.usp.br/

Slide 6

Experimentoteca em Física para o Ensino Médio na PUC-SP Nasce o projeto de Extensão com auxílio do Conselho de Ensino e pesquisa (CEPE) da PUC/SP (2007 e 2008). Um dos objetivos: Tornar o Centro de Exatas e Tecnologia da PUC/SP um dos Centros para “sediar” a Experimentoteca em Física.

Slide 7

Plano de ação estabelecido no projeto de extensão CEPE-PUC/SP Avaliação técnica dos experimentos propostos (cerca de 65 experimentos nas diferentes áreas da Física ) Estabelecer parceria com a CENP (COORDENADORIA DE ESTUDOS E NORMAS PEDAGÓGICAS da SEE/SP) e capacitar os professores para aplicação dos kits nas escolas através de Cursos de Atualização. Aplicar os kits em sala de aula e avaliar os resultados desta aplicação. Planejar estratégias para dar continuidade ao projeto e garantir sua sustentabilidade.

Slide 8

Curso de atualização Experimentoteca em Física no Ensino Médio Parceria CENP/SEE/SP – PUC/SP Foram realizados três cursos: 2º semestre de 2007, 1º e 2º semestres de 2008; com 65 horas sendo 40 presenciais e 25 horas para aplicação. Quadro indicativo mostrando o alcance do projeto em 1 ano e meio de aplicação. Link para a planilha Formação dos professores

Slide 9

Qual a proposta dos cursos de atualização

Slide 11

Para homologação – apresentamos um relatório detalhado contendo todas as atividades desenvolvidas por cada professor, avaliação do curso pelos professores, resultados e avaliação do processo como um todo. Link para relatório encaminhado a CENP/SEE/SP (2º sem de 2007) Experimentoteca na PUC/SP Iniciação Científica Junior na PUC/SP – Piloto

Slide 12

Resultados – Resumo Dificuldades apresentadas pelos professores Insegurança em relação ao conteúdo físico abordado (seleção dos kits). Pouca ou as vezes nenhuma vivência em laboratório (insegurança na utilização dos equipamentos). Desconhecimento de escalas e manuseio de instrumentos de medida (multímetro, termômetro, cronometro, transferidor, etc). Dificuldades com a construção de gráficos. Desconhecimento no uso planilhas e softwares gráficos. Dificuldade para fazer a análise dos resultados. Desconhecimento de teoria de erros em medidas físicas. Dificuldade para expressar através de relatórios o andamento do experimento e análise dos resultados. Os relatórios apresentados mostraram que os professores têm dificuldades para organizar e analisar/sintetizar as informações e dados obtidos.

Slide 13

Quanto à aplicação dos Kits nas escolas Transporte dos Kits (peso e transporte coletivo). Dificuldade de adaptar uma proposta experimental ao planejamento existente (alguns fizeram apenas demonstrações). Pouco tempo de aula para a execução dos experimentos. Dificuldades relacionadas ao espaço físico. Dificuldades relacionadas ao comportamento da comunidade escolar. Alguns professores comentaram que receberam críticas de seus colegas da mesma escola por estarem aplicando os Kits, porque seus alunos passaram a exigir desses professores o mesmo esforço e postura diante do aprendizado.

Slide 14

Ganhos Na avaliação dos cursos pelos professores é unânime a constatação de que os estudantes se sentiram muito mais motivados e cobravam mais aulas experimentais. Retorno dos professores à PUC no semestre seguinte para aplicação de novos experimentos. Professores que ficaram na PUC constituindo uma equipe para o desenvolvimento de outros projetos como o de Iniciação cientifica Junior totalmente voluntário – Projeto Piloto (2º sem de 2007) – Blog do projeto piloto Atualmente este projeto de iniciação cientifica conta com uma pequeno apoio da Intel - Blog do projeto (utilizamos os Classmate em medidas físicas como sistema de aquisição de dados através da placa de som – baixo custo). Projeto encaminhado para a FAPESP (protocolo 09/50913-7).

Slide 15

O que na verdade pode representar a Experimentoteca? Uma possibilidade de levar uma Física mais significativa ao aluno e contribuir para uma formação científica dos estudantes Estimular o trabalho colaborativo Possibilitar aulas mais dinâmicas e estimulantes em que o aluno possa se tornar agente no processo de ensino e aprendizagem e não um mero espectador Criar um ambiente de pesquisa e investigação “Aprender pela Pesquisa” Inovar sair da “mesmice” - re-descobrir - re-inventar

Slide 16

Desistir Nunca!!!

Slide 17

“Os alunos do EJA começaram a se interessar muito mais pelas aulas de física uma vez que além da abordagem do conteúdo foi feito um paralelo com o cotidiano de cada aluno, e os alunos do ensino médio ficaram tão impressionados com os resultados que depois houve uma discussão muito coerente entre os grupos em relação as medições dos respectivos ângulos de refração...” (Prof. Daniel)   “Os alunos ficaram empolgados, primeiro pelo simples fato de sair da sala de aula e depois de manusear os instrumentos de laboratório. Todos se empenharam para encontrar a imagem formada pelo espelho côncavo.” (Prof. Jefferson) “Toda aula que se diferencia do tradicional desperta mais interesse. Além disso, testar a relação matemática, obtendo na prática os resultados esperados expostos nos livros didáticos, faz com que os alunos se sintam mais participantes na construção do seu conhecimento, do que simplesmente memorizando fórmulas sem significado com o “real/concreto”. A realização da experiência mostra-se lúdica, ou seja, os estudantes se divertem, interagindo ativamente com os materiais, manual de instrução e com outros colegas.” (Prof. Eduardo)   “A visualização e o manuseio do material por si só já desperta muita curiosidade e interesse, ainda mais quando o seu uso explica fatos do cotidiano.” (Prof. Rogério)

Slide 18

Depoimentos dos professores sobre o Curso de Atualização O curso como um todo é válido, pois fornece alternativas de se abordar assuntos de Física com potencial lúdico, uma vez que os alunos não se sentem à vontade com aulas teóricas, que costumam ser, para eles, muito chatas. Os experimentos despertam interesse e está dentro da proposta da Secretaria do Estado da Educação quanto ao protagonismo juvenil. Outro aspecto a salientar é que durante o curso, o sentimento de abandono e desvalorização do professor (pelo menos assim senti), é diluido durante as discussões e análises dos experimentos. O fato de participar de algo que foi feito especialmente para os professores de Física, acende uma fagulha de entusiasmo há tempo apagada pelas lamentáveis condições que enfrentamos em sala de aula. Assim, creio que que é até redundante afirmar que o curso é imprescindível e deve continuar. Eduardo Yoshikazu Nishitani

Slide 19

Relatório de Avaliação do Curso “Experimentoteca de Física” Com os kits, pude relembrar como eram os experimentos, em que posso aliar a prática com a teoria, para mostrar aos alunos que podemos provar tudo que foi visto na teoria. Muitas vezes temos que fazer com que eles imaginem o que foi explicado na teoria dentro da sala de aula, sendo que nem sempre conseguimos nosso objetivo, pois gera falta de interesse por parte dos próprios alunos. No meu entender, toda e qualquer iniciativa para que possamos melhorar nossas aulas é sempre válido. Vale à pena continuar com a iniciativa do curso da “Experimentoteca”, pois outros professores poderão ter a mesma oportunidade que eu em reaprender as práticas de Física e repassá-las para os alunos, fazendo com que eles aprendam através da pratica, colocando a “mão na massa”. Sei que para vocês orientadores, também é difícil, pois enfrentam barreiras por parte de superiores, que questionam como está funcionando o projeto, como está sendo aplicado, pois sei que querem resultados. Toda iniciativa é válida. Para que possamos melhorar nosso trabalho em sala de aula, com os kits da “Experimentoteca,”, podemos realizar um trabalho melhor dentro da sala de aula com os alunos. Por favor, não deixem que isto aconteça, nos precisamos destas iniciativas, para que possamos tornar nossas aulas melhores e que todos passem a olhar a Física como uma matéria mais interessante para os alunos, para que possamos ensinar melhor, aliando a prática com a teoria sempre. Muito obrigado. Marcio Falconi Depoimentos dos professores sobre o Curso de Atualização

Slide 20

Em minha opinião este foi o melhor curso  que já fiz. Muito diferente dos anteriores. Onde apenas líamos textos, e ficávamos conversando tentando trocar algumas experiências de sala de aula. Neste curso, revemos muitos conceitos que estavam guardados em nossa memória, e que muitas vezes não conseguíamos aplicar na escola devido ao tempo (poucas aulas de física). Aprendemos como aplicar esses conceitos e transformar nossas aulas monótonas de lousa e giz, em experimentos de grande importância para o entendimento dos alunos. Consegui aplicar alguns desses experimentos em minhas aulas e o resultado foi maravilhoso. Despertei o interesse dos alunos para minhas aulas, eles ficaram mais interessados e cobraram mais do professor com perguntas e questionamentos sobre o conteúdo. Espero que não pare por ai e que possamos continuar com esse curso pois ainda temos muito que aprender .  As orientadoras são pessoas ótimas, extremamente competentes. O local foi de fácil acesso. A D O R E I  participar desse grupo, e espero que em 2008 continue o curso. Ethel Mazur Camargo Lopes Depoimentos dos professores sobre o Curso de Atualização

Summary: Apresentação no workshop Laboratório de Ciências promivido pela SEED/MEC em 10-07-09

Tags: ensino de física experimentoteca seed/mec puc/sp gopef

URL:
More by this User
Most Viewed