Fundamentos da Psicologia Sócio-Histórica

+101

No comments posted yet

Comments

leandra2807 (1 month ago)

legal

kaique_barroso (1 year ago)

trtr

Slide 1

TEORIAS SÓCIO-HISTÓRICAS FUNDAMENTOS E OBJETIVOS Prof. Arlindo F. Gonçalves Jr.

Slide 2

PSICOLOGIA SÉC. XIX CONDIÇÕES HISTÓRICAS DAS CIÊNCIAS positivista racionalista mecanicista associacionista atomista determinista

Slide 3

PSICOLOGIA SÉC. XIX CONDIÇÕES HISTÓRICAS DAS CIÊNCIAS Psicologia como ciência – cujo objeto é a experiência consciente Aceitava o atomismo, mas o associacionismo não (pois a consciência é ativa – tem vontade) Mecanicista: pressupõe uma regularidade no humano (homem como máquina) Sugere duas psicologias: Experimental e Social WUNDT

Slide 4

PSICOLOGIA SÉC. XIX DICOTOMIAS GERADAS NA COMPREENSÃO DO HOMEM NATURAL SOCIAL AUTONOMIA DETERMINAÇÃO INTERNO EXTERNO PSÍQUICO ORGÂNICO COMPORTAMENTO VIVÊNCIAS SUBJETIVAS

Slide 5

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA OBETIVO PRINCIPAL superação das dicotomias – por meio de uma abordagem dialética para se efetivar enquanto uma PSICOLOGIA CRÍTICA

Slide 6

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA BASES TEÓRICAS Psicologia Histórico-Cultural de Vygotsky Materialismo histórico-dialético de Marx Teoria Crítica (Escola de Frankfurt)

Slide 7

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CONCEPÇÕES FUNDAMENTAIS HOMEM SOCIEDADE IDÉIAS REALIDADE MATERIAL HISTÓRIA ativo, social e histórico

Slide 8

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CONCEPÇÕES FUNDAMENTAIS HOMEM SOCIEDADE IDÉIAS REALIDADE MATERIAL HISTÓRIA produção histórica dos homens, que através do trabalho, produzem sua vida material

Slide 9

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CONCEPÇÕES FUNDAMENTAIS HOMEM SOCIEDADE IDÉIAS REALIDADE MATERIAL HISTÓRIA representações da realidade material

Slide 10

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CONCEPÇÕES FUNDAMENTAIS HOMEM SOCIEDADE IDÉIAS REALIDADE MATERIAL HISTÓRIA fundada em contradições que se expressam nas idéias

Slide 11

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CONCEPÇÕES FUNDAMENTAIS HOMEM SOCIEDADE IDÉIAS REALIDADE MATERIAL HISTÓRIA movimento contraditório constante do fazer humano

Slide 12

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA COMO CRÍTICA À IDEOLOGIA IDEOLOGIA FEUDAL Idéia de ordem baseada numa hierarquia do universo; Mundo pensado como estável; Não inclui individualismos.

Slide 13

IDEOLOGIA LIBERAL valorização do indivíduo “Cada indivíduo é um ser moral que possui direitos derivados de sua natureza. Somo indivíduos e somos iguais, fraternos e livres, com direito à propriedade, à segurança, à liberdade e à igualdade”.

Slide 14

IDEOLOGIA LIBERAL O indivíduo como ser de escolhas “escolher entre várias possibilidades e escolher diferentemente de outros permite desenvolver uma noção de indivíduo e, consequentemente, uma noção de eu entre os homens” o homem é pura possibilidade de ser, fazer e pensar

Slide 15

IDEOLOGIA LIBERAL Instituição da vida privada, do Eu e da individualização Idéia de igualdade natural (promove o questionamento sobre as formas hierárquicas) Desigualdades sócias diferenças individuais decorrentes do aproveitamento diferenciado que cada um faz das condições que a sociedade “igualitariamente” lhe oferece

Slide 16

IDEOLOGIA LIBERAL parte da dicotomia: mundo externo (social) e interno O mundo social é estranho ao nosso eu A história do eu passa a ser a história de adaptação ao mundo social Visto como potencialidade: algo que está ali para ser desenvolvido CONCEPÇÃO DE FENÔMENO PSICOLÓGICO

Slide 17

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA COMPREENDENDO O FENÔMENO PSICOLÓGICO Não se concebe o fenômeno como algo abstrato (algo pronto à espera de desabrochar); Não pertence à Natureza Humana; Reflete a condição social, econômica e cultural em que vivem os homens; Não é preexistente ao homem; É uma construção no nível individual do mundo simbólico, que é social; É SUBJETIVIDADE: ALGO QUE SE CONSTRÓI NA RELAÇÃO COM O MUNDO MATERIAL E SOCIAL.

Slide 18

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA COMPREENDENDO O FENÔMENO PSICOLÓGICO Conhecer o fenômeno significa conhecer a expressão subjetiva de um mundo objetivo/coletivo se constitui em um processo de conversão do social em individual

Slide 19

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CRÍTICA À IDEOLOGIA ao descolar a realidade social e cultural estamos fazendo ideologia Bernard Charlot: um sistema teórico, cujas idéias têm origem na realidade [...] mas que coloca, ao contrário, que as idéias são autônomas.

Slide 20

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CRÍTICA À IDEOLOGIA Ideologia: representação ilusória que fazemos do real na psicologia, ao construir as noções e teorizações sobre o fenômeno psicológico, temos ocultado sua produção social. parte da realidade que fica ocultada nas condições ideais

Slide 21

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA Imagem do Barão de Munchausen (ideologia que está na Psicologia) “Uma outra vez quis saltar um brejo mas, quando me encontrava a meio caminho, percebi que era maior do que imaginara antes. Puxei as rédeas no meio de meu salto, e retornei à margem que acabara de deixar, para tomar mais impulso. Outra vez me saí mal e afundei no brejo até o pescoço. Eu certamente teria perecido se, pela força de meu próprio braço, não tivesse puxado pelo meu próprio cabelo preso pelo rabicho, a mim e a meu cavalo segurava fortemente entre joelhos” ideologia do esforço próprio de cada um para desenvolver a si mesmo e ao potencial contido em sua natureza

Slide 22

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CRÍTICA À PSICOLOGIA TRADICIONAL tem contribuído para ocultar as condições econômicas, sociais e culturais PSICOLOGIA TRADICIONAL tem contribuído para responsabilizar o sujeito por seus sucessos e fracassos

Slide 23

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA CRÍTICA À PSICOLOGIA TRADICIONAL Não pensa a realidade social, econômica e cultural como algo exterior ao homem; Parte da concepção de que o mundo social e mundo psicológico caminham juntos; Exige um posicionamento (ético e político); Permite romper com uma tradição classificatória e estigmatizadora da ciência e da profissão.

Slide 24

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA SUPERANDO A NEUTRALIDADE NA PSICOLOGIA aceitação das determinação sociais e históricas; conscientização que estará interferindo em um projeto de vida que não lhe pertence.

Slide 25

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA SUPERANDO O POSITIVISMO E O IDEALISMO NA PSICOLOGIA Positivismo (três idéias principais): 1. Os fenômenos humanos e sociais são regulados por leis naturais que independem da ação do homem; 2. Se esses fenômenos são regulados por leis naturais, devemos então utilizar métodos e procedimentos das ciências naturais para desvendar essas leis; 3. Também segundo o modelo das ciências naturais, as ciências humanas e sociais devem orientar-se pelo modelo da objetividade científica.

Slide 26

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA SUPERANDO O POSITIVISMO E O IDEALISMO NA PSICOLOGIA O positivismo tornou-se idealista pois: fez dos fenômenos entidades abstratas (separadas de seus elementos sociais e culturais), cuja verdade se encontra no esforço do pensamento racional e de seus métodos Na psicologia, o fenômeno psicológico como entidade abstrata e natural é expressão positivista. Quando se usa um método de interpretação que isola o sujeito de seu contexto – positivismo

Slide 27

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA SUPERANDO O POSITIVISMO E O IDEALISMO NA PSICOLOGIA MÉTODO HISTÓRICO E DIALÉTICO: caracteriza-se por Uma concepção materialista (realidade material tem existência independente em relação à idéia) Uma concepção dialética (a contradição é característica fundamental de tudo o que existe) Uma concepção histórica (a história deve ser analisada a partir da realidade concreta e não a partir das idéias)

Slide 28

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA SUPERANDO O POSITIVISMO E O IDEALISMO NA PSICOLOGIA A partir desses pressupostos passamos a: Examinar os objetos, buscando entende-los na sua totalidade concreta na qual as partes estão em interação; Acompanhar o movimento e a transformação contínua dos fenômenos; Entender que a mudança dos fenômenos é qualitativa; Entender que o movimento e a transformação das coisas se dão porque no próprio interior delas coexistem forças opostas

Slide 29

PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA Objetivos principais: Abandono da pretenda neutralidade do positivismo, a enganosa objetividade do cientista, a positividade dos fenômenos e o idealismo Criando uma ciência crítica à ideologia

Summary: Apresentação dos fundamentos teóricos o objetivos da Psicologia sócio-histórica. Aula ministrada pelo prof. Arlindo F. Gonçalves Jr.

Tags: psicologia sócio histórica

URL: